BICICLETA ELÉTRICA É UMA BOA? CICLOTURISMO CROÁCIA – DA CHINA PARA CASA BY BIKE – VOLTA AO MUNDO

TEMPORADA CROÁCIA

EPISÓDIO #3

BICICLETA ELÉTRICA É UMA BOA? CICLOTURISMO CROÁCIA – DA CHINA PARA CASA BY BIKE – VOLTA AO MUNDO

A Cynthia foi embora e eu deixei Split, rumo ao extremo sul da Croácia, divisa com Montenegro.

Neste trecho, peguei vários dias de sol, praticamente sem vento e temperatura em torno de 12° C. Um sobe e desce dos diabo, mas nenhuma grande montanha. Altitude máxima de 300 metros acima do nível do mar, oferecendo visuais incríveis e bons lugares para armar a barraca. Vale lembrar, que o pôr do sol nesta época do ano, acontece por volta das 16:15h, e com isso, a distância média pedalada no dia, diminui. A temperatura nas madrugadas gira em torno de 0°C ao nível do mar, exigindo eficiência do saco de dormir e das roupas de inverno.

Com as geadas da madrugada, forma-se uma fina camada de gelo deixando o asfalto escorregadio. Esse fenômeno é conhecido como “black ice” ou “gelo negro”. Vicent teve a infelicidade de derrapar em um desses pontos congelados e felizmente sofreu apenas escoriações leves.

Casualmente encontrei os franceses Florian e Vicent. Eles fizeram um tour pela Europa com bicicletas elétricas, e nosso encontro possibilitou a oportunidade de entender melhor, quais eram as vantagens e desvantagens da bicicleta elétrica na hora de viajar. E mais que isso, naquelas próximas semanas, nascia uma amizade com fortes traços de irmandade.

Viajar com bicicleta elétrica representa vantagens evidentes quando o assunto é velocidade média e esforço. No entanto, Florian e Vicent exercitam a paciência por até 3 horas e meia para recarregar as baterias da bike no melhor horário do dia para se pedalar. Meus novos amigos pedalam praticamente sem paradas no período da manhã, param para recarregar quando acham tomadas, perto de 50 km pedalados, e depois voltam a pedalar apenas para encontrar um local seguro para passar a noite. É muito tempo parado. Principalmente no inverno. Eles reconheceram essa desvantagem de ter obrigatoriamente que carregar as baterias. Tanto é verdade, que Florian iniciou um novo projeto de volta ao mundo com bicicletas normas dois anos depois que finalizou essa viagem. Para saber mais sobre as viagens de Florian: Cycleantrip.com

Em Dubrovinik, separei dos meus amigos para nos reencontrar dois dias depois mais ao sul. Dubrovnik, conhecida como a “pérola do Adriático”, é uma das cidades mais visitadas da Croácia, cercada por prainhas paradisíacas, montanhas, fortificações e muralhas. A cidade velha mistura a arquitetura medieval, barroca e renascentista, que aliados aos diversos monumentos e edifícios históricos, lhe rendeu o título de Patrimônio Mundial da Unesco em 1979. Vale a pena descansar e conhecer a incrível atmosfera das suas escadarias. A dica em relação a Dubrovinik fica por conta da hospedagem. Busque um lugar com fácil acesso para a bicicleta. Eu sofri que só o diabo! Fica a dica!

Em Mikulici, o Sr. Marcos, membro do Warmshowers.com, proporcionou um encontro incrível, hospedando, Eu, Florian e Vicent da França, Marc e Eric da Alemanhã e James da Inglaterra. A identificação foi imediata, e os dois dias que passamos juntos, entre cervejas churrasco e histórias, sugeriram uma saída em comboio.

A viagem ao redor do globo continua! Para adquirir um exemplar do livro NORUEGA BY BIKE, mande um e-mail para: atmagalhaesbybike@gmail.com , com o título: LIVRO NORUEGA BY BIKE, com seu nome, endereço de entrega e comprovante de depósito. Dados bancários: Aurélio Tanuri Magalhães CPF: 151.956.888.69 Banco Itaú Agência: 8482 Conta Corrente: 05369 4

DA CHINA PARA CASA BY BIKE, compartilhando a viagem enquanto ela acontece! Toda quinta-feira um novo episódio com dicas, curiosidades e o dia a dia de uma VOLTA AO MUNDO DE BICICLETA. Se inscreva no canal! Curta, compartilhe, comente! Seu envolvimento ajuda a me manter motivado! Para APOIAR o projeto e me dar aquela forcinha, conheça minha campanha de FINANCIAMENTO COLETIVO,: https://apoia.se/dachinaparacasabybike , as recompensas começam a partir de R$ 8 por mês.

Obrigado por me seguir!

Facebook: @aureliomagalhaesbybike

Instagram: @aureliotanurimagalhaes

Blog: http://www.atmagalhaes.wordpress.com

UMA RÁPIDA VISITA EM SARAJEVO – TEMPORADA BÓSNIA – DA CHINA PARA CASA BY BIKE – VOLTA AO MUNDO

TEMPORADA BÓSNIA

EPISÓDIO #1

UMA RÁPIDA VISITA EM SARAYEVO – TEMPORADA BÓSNIA – DA CHINA PARA CASA BY BIKE – VOLTA AO MUNDO

Cerca de 60 % dos prédios de Sarajevo foram destruídos durante guerra da Bósnia nos anos 90. O Cerco de Sarajevo, o mais longo cerco da era moderna, durou 3 anos e 11 meses. Milhares de pessoas morreram e outras milhares se refugiaram. Desde o fim da guerra, em 29 de fevereiro de 1996, a população parece sofrer os impactos econômicos do pós-guerra e o país ainda não encontrou recursos para se modernizar por completo.

Fundada em 1461 pelos Otomanos, Sarajevo ainda preserva forte influência turca, que pode ser notada desde a arquitetura até a gastronomia. Com aproximadamente 400 mil habitantes, situada à beira do Rio Miljacka, Sarajevo possui um centro histórico aconchegante, com destaques para as mesquitas, praças, cafés, lojinhas de artesanato e a interessante rua do cobre.

Considerado o 5° país mais pobre da Europa, é relativamente barato se comparado a outros países da região. Outro fato curioso, é que a cidade é conhecida como “Jerusalém da Europa”, com 50% da população muçulmana, e expressiva comunidade católica e ortodoxa, entre outras.

Dizem que Sarajevo possui vários mirantes com vistas para a cidade, mas a forte neblina desta época do ano não permitiu ver mais longe que 200 metros.

Se você pretende pedalar pela Bósnia prepare-se. O país é super montanhoso e no inverno as temperaturas podem ficar abaixo de zero várias noites seguidas. Previna-se com suprimentos, já que as longas subidas podem levar um certo tempo para ser transpostas e aproveite as lindas vistas!

A viagem ao redor do globo continua! Para adquirir um exemplar do livro NORUEGA BY BIKE, mande um e-mail para: atmagalhaesbybike@gmail.com , com o título: LIVRO NORUEGA BY BIKE, com seu nome, endereço de entrega e comprovante de depósito. Dados bancários: Aurélio Tanuri Magalhães CPF: 151.956.888.69 Banco Itaú Agência: 8482 Conta Corrente: 05369 4

DA CHINA PARA CASA BY BIKE, compartilhando a viagem enquanto ela acontece! Toda quinta-feira um novo episódio com dicas, curiosidades e o dia a dia de uma VOLTA AO MUNDO DE BICICLETA. Se inscreva no canal! Curta, compartilhe, comente! Seu envolvimento ajuda a me manter motivado! Para APOIAR o projeto e me dar aquela forcinha, conheça minha campanha de FINANCIAMENTO COLETIVO,: https://apoia.se/dachinaparacasabybike , as recompensas começam a partir de R$ 8 por mês.

Obrigado por me seguir!

Facebook: @aureliomagalhaesbybike

Instagram: @aureliotanurimagalhaes

Blog: http://www.atmagalhaes.wordpress.com

LITORAL INCRÍVEL PARA CICLOTURISMO/CROÁCIA – DA CHINA PARA CASA BY BIKE – VOLTA AO MUNDO – 25° PAÍS

TEMPORADA CROÁCIA

EPISÓDIO #2

CICLOTURISMO CROÁCIA – O INCRÍVEL LITORAL – DA CHINA PARA CASA BY BIKE – VOLTA AO MUNDO – 25° PAÍS

Antes de iniciar nosso pedal pelo litoral Croata, ficamos 3 dias presos em Karlobag. Devido aos fortes ventos, as autoridades fecharam as estradas. Depois, tudo se acalmou e um dos grandes desafios deste trecho foram as montanhas. Nem mesmo o frio foi tão desafiador.

A estrada D8 da Croácia contorna as montanhas de pedras ao lado do Mar Adriático, oferecendo lindas vistas. Nesta época do ano, muitos comércios e restaurantes à beira da estrada estão fechados e o movimento de carros é baixo. As oliveiras, laranjais e plantações de romã, aparecem vez ou outra, assim como as cidadezinhas, que sempre são bem acolhedoras e que parecem mesclar o estilo rural e litorâneo.

Nunca vi um mês passar tão rápido! Foram mais de 1000 km pedalados entre a Hungria e a Croácia. Com o estilo “tudo está bom” e sem fazer muitas exigências, a Cynthia mais uma vez, assim com na Tailândia no ano passado, se adaptou fácil a minha maneira de viajar. Guerreira, pedalou nas condições mais adversas. Escalou longas montanhas, enfrentou nevascas e ventos de 70 km/h, dormiu na barraca em noites muito frias, pedalou com as mão congelando, passou fome, e tudo isso, sem perder sua alegria e irreverência. Viajar com ela é certeza de boas risadas!

Para temperar ainda mais a nossa viagem, experimentamos novos sabores, cozinhamos a nossa própria comida e comemoramos juntos os dois anos do Projeto da China para Casa by Bike.

De paisagens de tirar o fôlego e encontros emocionantes, aos desafios que só uma viagem de bicicleta pode proporcionar, vivemos momentos que sem dúvida vamos lembrar por toda a vida! Valeu Pi! Muito obrigado por tudo! Eu te amo!

A viagem ao redor do globo continua! Para adquirir um exemplar do livro NORUEGA BY BIKE, mande um e-mail para: atmagalhaesbybike@gmail.com , com o título: LIVRO NORUEGA BY BIKE, com seu nome, endereço de entrega e comprovante de depósito. Dados bancários: Aurélio Tanuri Magalhães CPF: 151.956.888.69 Banco Itaú Agência: 8482 Conta Corrente: 05369 4

DA CHINA PARA CASA BY BIKE, compartilhando a viagem enquanto ela acontece! Toda quinta-feira um novo episódio com dicas, curiosidades e o dia a dia de uma VOLTA AO MUNDO DE BICICLETA. Se inscreva no canal! Curta, compartilhe, comente! Seu envolvimento ajuda a me manter motivado! Para APOIAR o projeto e me dar aquela forcinha, conheça minha campanha de FINANCIAMENTO COLETIVO,: https://apoia.se/dachinaparacasabybike , as recompensas começam a partir de R$ 8 por mês.

Obrigado por me seguir!

Facebook: @aureliomagalhaesbybike

Instagram: @aureliotanurimagalhaes

Blog: http://www.atmagalhaes.wordpress.com

4 DIAS NAS MONTANHAS NEVADAS DOS BALCÃS – CICLOTURISMO CROÁCIA – PARQUE NACIONAL DE PLITVICE

TEMPORADA CROÁCIA

EPISÓDIO #1

4 DIAS NAS MONTANHAS NEVADAS DOS BALCÃS – CICLOTURISMO CROÁCIA – PARQUE NACIONAL DE PITVICE – DA CHINA PARA CASA BY BIKE – VOLTA AO MUNDO DE BICICLETA

Neste trecho, atravessamos picos entre 800 e 1000m de altitude, em um terreno bastante ondulado. Enfrentamos temperatura de – 2 °C e rajadas de 70 km/h que nos fez forçar o pedal mesmo na descida! O vento foi tão forte que as autoridades fecharam a estrada por 3 dias.

A ideia era cruzar a montanha o mais rápido possível e chegar ao nível do mar, para aproveitar o clima mais ameno do litoral adriático. Levamos 4 dias para cruzar as montanhas Balcãs, um deles, dedicado a conhecer o parque mais visitado da Croácia.

O Parque Nacional de Plitvice, fica na Cordilheiras Balcânica, faz fronteira com a Bósnia, e está na rota para o Mar Adriático. Fundado em 1949, tornou-se Patrimônio Mundial da UNESCO em 1979, recebendo mais de 1 milhão de visitantes todos os anos. Com belos lagos de tons azul e verde interligados por cascatas, as águas cortam o desfiladeiro, e é possível caminhar por passarelas que atravessam e circundam as águas, oferecendo lindas vistas. Com a forte nevasca, as trilhas e as passarelas foram fechadas e nossa visita ficou comprometida, até parece que o destino queria me pregar uma peça.

Com luvas, roupas e meias apropriadas, conseguimos nos manter aquecido, e mesmo quando a tecnologia não dava conta, improvisamos com o velho e bom jeitinho do cicloturista. Um saco plástico nas mão, virou a solução para manter as luvas secar e não ter que vestir molhada e fria no outro dia.

Enfrentamos um trecho duro, com longas subidas e um dos piores ventos que já enfrentei em cima da bicicleta. A Cynthia, mais uma vez, demonstrou bravura, determinação, coragem e sabedoria, e conseguiu vencer o difícil desafio de pedalar dias seguidos com nevascas. Sofreu um pouco a bichinha… mas tenho certeza que ela nunca mais vai esquecer esses dias!

Para entender como se vestir para enfrentar o inverno, confira o vídeo sobre o meu guarda roupas, que eu vou deixar na janelinha no final deste vídeo. É só clicar e conferir todo o meu guarda roupa e entender em que situações usar cada combinação.

No próximo episódio, vamos pedalar pelo litoral croata… se inscreva no canal, toca a sinetinha para ser notificado dos próximos vídeos… deixe seu comentário dizendo o que achou do vídeo.

Toda quinta, um novo episódio da minha volta ao mundo de bicicleta. A viagem ao redor do globo continua! Para adquirir um exemplar do livro NORUEGA BY BIKE, mande um e-mail para: atmagalhaesbybike@gmail.com , com o título: LIVRO NORUEGA BY BIKE, com seu nome, endereço de entrega e comprovante de depósito. Dados bancários: Aurélio Tanuri Magalhães CPF: 151.956.888.69 Banco Itaú Agência: 8482 Conta Corrente: 05369 4

DA CHINA PARA CASA BY BIKE, compartilhando a viagem enquanto ela acontece! Toda quinta-feira um novo episódio com dicas, curiosidades e o dia a dia de uma VOLTA AO MUNDO DE BICICLETA. Se inscreva no canal! Curta, compartilhe, comente! Seu envolvimento ajuda a me manter motivado! Para APOIAR o projeto e me dar aquela forcinha, conheça minha campanha de FINANCIAMENTO COLETIVO,: https://apoia.se/dachinaparacasabybike , as recompensas começam a partir de R$ 8 por mês.

Obrigado por me seguir!

Facebook: @aureliomagalhaesbybike

Instagram: @aureliotanurimagalhaes

Blog: http://www.atmagalhaes.wordpress.com

MAIS UM PASSO RUMO À LIBERDADE – CICLOTURISMO REPÚBLICA TCHECA – VISITANDO UM GRANDE AMIGO

TEMPORADA REPÚBLICA TCHECA

EPISÓDIO #1

MAIS UM PASSO RUMO À LIBERDADE – CICLOTURISMO REPÚBLICA TCHECA – VISITANDO UM GRANDE AMIGO

Minha passagem pela República Tcheca foi rápida, afinal, o país é bem pequeno. No entanto, foi uma passagem marcante, onde retornei a Praga, uma das minhas cidades prediletas, e reencontrei em Brno, um grande amigo, o Roberto Wojcik, vulgo Betão, que trabalhou comigo nos tempos de glórias da Fórmula Academia.

A viagem ao redor do globo continua! Para adquirir um exemplar do livro NORUEGA BY BIKE, mande um e-mail para: atmagalhaesbybike@gmail.com , com o título: LIVRO NORUEGA BY BIKE, com seu nome, endereço de entrega e comprovante de depósito. Dados bancários: Aurélio Tanuri Magalhães CPF: 151.956.888.69 Banco Itaú Agência: 8482 Conta Corrente: 05369 4

DA CHINA PARA CASA BY BIKE, compartilhando a viagem enquanto ela acontece! Toda quinta-feira um novo episódio com dicas, curiosidades e o dia a dia de uma VOLTA AO MUNDO DE BICICLETA. Se inscreva no canal! Curta, compartilhe, comente! Seu envolvimento ajuda a me manter motivado! Para APOIAR o projeto e me dar aquela forcinha, conheça minha campanha de FINANCIAMENTO COLETIVO,: https://apoia.se/dachinaparacasabybike , as recompensas começam a partir de R$ 8 por mês.

Obrigado por me seguir!

Facebook: @aureliomagalhaesbybike

Instagram: @aureliotanurimagalhaes

Blog: http://www.atmagalhaes.wordpress.com

CICLOTURISMO POLÔNIA – LEMBRAR PARA NÃO REPETIR – CAMPO DE CONCENTRAÇÃO NAZISTA – AUSCHWITZ

TEMPORADA POLÔNIA

EPISÓDIO #2

CICLOTURISMO POLÔNIA – LEMBRAR PARA NÃO REPETIR – CAMPO DE CONCENTRAÇÃO NAZISTA – AUSCHWITZ – DA CHINA PARA CASA BY BIKE – VOLTA AO MUNDO DE BICICLETA.

Auschwitz foi o maior campo de concentração nazista e estima-se que mais de 1,1 milhões de judeus foram assassinados ali, entre 1940 e 1945. Localizado ao sul da Polônia, cerca de 50 km de Cracóvia, o Museu Memorial recebe mais de 2 milhões de turistas todos os anos.

Logo no início da Segunda Guerra Mundial, a cidade de Auschwitz foi tomada pelos Nazistas e transformado em um local de extermínio em massa por envenenamento a gás, experimentos médicos, fuzilamento, torturas, trabalho escravo ou simplesmente frio e fome. Foi o sétimo campo criado pelos alemães e o maior deles.

Fundado em 1947 por iniciativa de ex-prisioneiros e do parlamento polonês, o Museu Estatal de Auschwitz foi declarado Patrimônio Mundial da Unesco desde 1979, e possui 3 grandes pavilhões que retratam os horrores do holocausto de uma maneira muito original e verdadeira.

Desde a chegada dos trens abarrotados,; a triagem; o trabalho forçado; experimentos médicos, até a execução. O museu sensibiliza, comove e expõe os horrores praticados pelos nazista de uma forma tão impactante que é impossível não se consternar. Suas 4 câmaras de gás possuíam a capacidade de matar mais de 4.500 pessoas por dia.

No portão de entrada a frase: “O trabalho liberta”, tentava passar uma falsa esperança, mas 80% das pessoas que ali chegavam, eram mandados direto para a câmara de gás. Geralmente os mais fracos, deficientes físicos, idosos, crianças, homossexuais e gestantes.

Em 1944, o complexo que foi construído para 30.000 prisioneiros, chegou a ter mais de 90.000 pessoas agonizando para a morte. A expectativa de vida ali dentro era de apenas 3 meses.

Nos pavilhões, aqueles que ainda aguentavam o trabalho forçado, eram obrigados a conviver com o ódio e a morte de uma forma tão brutal e desumana, que é difícil acreditar que isso foi um fato tão recente da nossa história.

Gastei um pouco mais de 3 horas e meia para Visitar o Campo de Concentração e Extermínio de Auschwitz. Era minha segunda vez no local. Já havia visitado o museu em 1997, e confesso que sai dali com o mesmo sentimento de indignação e perplexidade que senti da outra vez. Visitar Auschwitz pode não ser o melhor plano de férias. A visita é no mínimo perturbadora. Mas, experiências como essas, nos oferece oportunidades de reflexões que nos trás novas perspectivas sobre o futuro da humanidade e nos faz relembrar a história, para que ela nunca mais seja repetida.

A viagem ao redor do globo continua! Para adquirir um exemplar do livro NORUEGA BY BIKE, mande um e-mail para: atmagalhaesbybike@gmail.com , com o título: LIVRO NORUEGA BY BIKE, com seu nome, endereço de entrega e comprovante de depósito. Dados bancários: Aurélio Tanuri Magalhães CPF: 151.956.888.69 Banco Itaú Agência: 8482 Conta Corrente: 05369 4

DA CHINA PARA CASA BY BIKE, compartilhando a viagem enquanto ela acontece! Toda quinta-feira um novo episódio com dicas, curiosidades e o dia a dia de uma VOLTA AO MUNDO DE BICICLETA. Se inscreva no canal! Curta, compartilhe, comente! Seu envolvimento ajuda a me manter motivado! Para APOIAR o projeto e me dar aquela forcinha, conheça minha campanha de FINANCIAMENTO COLETIVO,: https://apoia.se/dachinaparacasabybike , as recompensas começam a partir de R$ 8 por mês.

Obrigado por me seguir!

Facebook: @aureliomagalhaesbybike

Instagram: @aureliotanurimagalhaes

Blog: http://www.atmagalhaes.wordpress.com

CICLOTURISMO POLÔNIA – ENTRE VARSÓVIA E CRACÓVIA – DA CHINA PARA CASA BY BIKE – VOLTA AO MUNDO

TEMPORADA COLÔMBIA

EPISÓDIO #1

CICLOTURISMO POLÔNIA – ENTRE VARSÓVIA E CRACÓVIA – DA CHINA PARA CASA BY BIKE – VOLTA AO MUNDO DE BICICLETA

Neste episódio vamos viajar por diferentes tipos de estradas entre as duas maiores cidades da Polônia, Varsóvia e Cracóvia, em uma época do ano em que o frio, o vento e a chuva, exigiram bastante. Mas em contra partida, viajar pelo interior da Polônia em bicicleta, me colocou frente a frente com o lindo espetáculo das cores do outono.

A hospitalidade dos poloneses, perrengues com o bagageiro, estradas, clima, relevo, dicas, curiosidades e o dia a dia de uma volta ao mundo de bicicleta. Com esse frio, acampar exige bastante atenção e permanecer seco, é vital! Quando esta muito frio, usamos várias camadas de roupas, entenda como organizo meu guarda roupas para enfrentar uma grande viagem de bicicleta.

Quando cheguei em Brodnica, meu bagageiro voltou a quebrar, e mais uma vez pude contar com a solidariedade dos locais…

Varsóvia é a capital e maior cidade da Polónia com aproximadamente 1.8 milhões de habitantes. Declarado como Patrimônio Mundial da Unesco, seu centro histórico ou Old Town, é a principal atração turística da cidade, e foi considerada uma das cidades mais bonitas do mundo até a Segunda Guerra Mundial. Estima-se que 85% dos edifícios foram bombardeados pelos alemães. Nos dias de hoje, é um dos principais pontos econômicos, financeiros, universitários e culturais da Europa, classificada como uma das cidades mais habitáveis do continente, que oferece a seus moradores um ótimo estilo de vida.

A viagem entre Varsóvia e Cracóvia, alternou bons e maus momentos. A parte boa foram as pessoas que encontrei no caminho, o relevo relativamente plano e um leve vento a favor nos dois últimos dias. A ruim, céu nublado, garoa e frio. Mas quando o sol dava as caras, o belo colorido do outono deixava o pedalar muitíssimo agradável.

Fundada em meados de 700, Cracóvia foi capital da Polônia entre 1320 a 1596, e apesar de seu centro histórico ter sido destruídos em diversas guerras, em 1978 foi declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco. O centro histórico é relativamente pequeno, com vários prédios e monumentos seculares de rara beleza. Visitar a praça do mercado, as igrejas em estilo gótico, ruelas de paralelepípedos, o bairro judeu e o Castelo Real, já poderia ser suficiente, mas aproveitar tudo isso com os locais criou uma atmosfera bem especial! A cidade possui aproximadamente 850 mil moradores, dos quais muitos são jovens universitários, que juntamente com os turistas, deixam a cidade bem agitada.

A Mina Wieliczka, é uma das maiores e mais antigas minas de sal do mundo, tendo produzido sal de cozinha desde o século 13 até 2007. Com mais de 250 metros de profundidade, é formada por um labirinto de túneis iluminados, que conectam igreja, restaurante, grutas e saguões com diversas esculturas e cenários esculpidos, que relatam a história do sal desde a idade média. A Mina é um dos pontos mais visitados do país, recebendo mais de 1 milhão de turistas por ano, que são guiados por um tour de aproximadamente uma hora e quinze minutos. Esse museu, representa não só uma parte importante da história da mineração de sal da Polônia, como também é Patrimônio Mundial da Unesco.

A viagem ao redor do globo continua!

Para adquirir um exemplar do livro NORUEGA BY BIKE, mande um e-mail para: atmagalhaesbybike@gmail.com , com o título: LIVRO NORUEGA BY BIKE, com seu nome, endereço de entrega e comprovante de depósito. Dados bancários: Aurélio Tanuri Magalhães CPF: 151.956.888.69 Banco Itaú Agência: 8482 Conta Corrente: 05369 4

DA CHINA PARA CASA BY BIKE, compartilhando a viagem enquanto ela acontece! Toda quinta-feira um novo episódio com dicas, curiosidades e o dia a dia de uma VOLTA AO MUNDO DE BICICLETA. Se inscreva no canal! Curta, compartilhe, comente! Seu envolvimento ajuda a me manter motivado! Para APOIAR o projeto e me dar aquela forcinha, conheça minha campanha de FINANCIAMENTO COLETIVO,: https://apoia.se/dachinaparacasabybike , as recompensas começam a partir de R$ 8 por mês.

Obrigado por me seguir!

Facebook: @aureliomagalhaesbybike

Instagram: @aureliotanurimagalhaes

Blog: http://www.atmagalhaes.wordpress.com

O QUE MUDA DEPOIS DE 20 PAÍSES? VOLTA AO MUNDO DE BICICLETA – CICLOTURISMO KALININGRADO – RÚSSIA

TEMPORADA RÚSSIA

EPISÓDIO #6

O QUE MUDA DEPOIS DE 20 PAÍSES? VOLTA AO MUNDO DE BICICLETA – CICLOTURISMO KALININGRADO – RÚSSIA

Kaliningrado foi fundada em 1255 pelos Cavaleiros Teutônicos, que faziam parte de uma cruzada militar vinculada a igreja católica no início do milênio, situado entre a Polônia e a Lituânia, ás margens do Mar Báltico. A região foi anexada a Rússia com o fim da II Guerra Mundial, embora não esteja fisicamente ligado ao país. Como se fosse o Alaska para os EUA, possui um território que pertence a outra nação entre ele.

Aqui vale uma explicação para você que já segue o canal, e para você que está chegando agora. Este vídeo está incluído na Temporada Rússia, mas cronologicamente ele volta depois da Temporada Finlândia, Letônia, Estônia e Lituânia. Se você chegou aqui pela Temporada Rússia, vale a pena voltar e assistir minha passagem pela Finlândia e os países Bálticos. Se você está chegando agora ao canal, no final do vídeo vou deixar o link da Temporada Rússia para você! Garanto que vai te surpreender!!!

Cheguei em Kaliningrado com quase 700 dias de viagem na bagagem, passando por 20 países da Ásia, Oceania e Europa, e tanto eu como a bicicleta sofremos bastante nesta etapa.

Se você estiver acompanhando o canal, vai lembrar que nos episódios recentes tive problemas com a corrente e com o bagageiro traseiro. A corrente foi fácil mas o bagageiro voltou a dar problemas. Você vai poder conferir com mais detalhe a história do bagageiro no próximo episódio.

Com mais de um ano e dez meses de viagem, em um dia frio pela manhã, no primeiro gole de café, senti uma pontada no dente e de aí em diante a “coisa” progrediu até chegar a um tratamento de canal. Em Kaliningrado, através do warmshowers.org fiquei na casa de Lena e Valery que foram meus anjos da guarda no tratamento dentário, e fizeram de tudo para eu me sentir á vontade. Me levaram para um tour pela cidade, para uma pescaria de fim de tarde em um veleiro. O Valery já foi atirador de elite da equipe russa de Tiro ao Arco, e acabei tendo uma aula… teve até uma história engraçada… Bom, esse casal na verdade fez de tudo para me agradar. Me dei muito bem com as filhas e isso deixou tudo mais familiar, digamos assim…

Kaliningrado foi o lugar onde percebi que a viagem estava naturalmente tomando um novo rumo. Com todo esse tempo de estrada, aumentou a necessidade de estar mais em contato com as pessoas, e a partir desse casal, de tudo que Valery e Lena fizeram por mim, resolvi priorizar os encontros. Toda vez que aparecia a oportunidade de estar em contato com alguém, eu ficava, mesmo atrasando a viagem.

Sofri com o frio saindo de Kaliningrado, como você poderá conferir no próximo episódio, mas valeu a pena ficar esses dias com Lena, Valery e as filhinhas Alina e Marcha. Foram momentos fantásticos..

A viagem ao redor do globo continua! Para adquirir um exemplar do livro NORUEGA BY BIKE, mande um e-mail para: atmagalhaesbybike@gmail.com , com o título: LIVRO NORUEGA BY BIKE, com seu nome, endereço de entrega e comprovante de depósito. Dados bancários: Aurélio Tanuri Magalhães CPF: 151.956.888.69 Banco Itaú Agência: 8482 Conta Corrente: 05369 4

DA CHINA PARA CASA BY BIKE, compartilhando a viagem enquanto ela acontece! Toda quinta-feira um novo episódio com dicas, curiosidades e o dia a dia de uma VOLTA AO MUNDO DE BICICLETA. Se inscreva no canal! Curta, compartilhe, comente! Seu envolvimento ajuda a me manter motivado! Para APOIAR o projeto e me dar aquela forcinha, conheça minha campanha de FINANCIAMENTO COLETIVO,: https://apoia.se/dachinaparacasabybike , as recompensas começam a partir de R$ 8 por mês.

Obrigado por me seguir!

Facebook: @aureliomagalhaesbybike

Instagram: @aureliotanurimagalhaes

Blog: http://www.atmagalhaes.wordpress.com

DIA PERFEITO PARA QUALQUER CICLOTURISTA! – LITUÂNIA – EURO VELO 10 – CICLOVIA DO MAR BÁLTICO.

TEMPORADA LITUÂNIA

EPISÓDIO #1

DIA PERFEITO PARA QUALQUER CICLOTURISTA! CICLOTURISMO LITUÂNIA – EURO VELO 10 – LUGAR PERFEITO PARA VIAJAR E CURTIR A NATUREZA!

Nesse episódio mostro um pedaço da Ciclovia do Mar Báltico, a Euro-Velo 10, em um trecho que ela percorre o meio de uma floresta que além de proteger do vento e do sol, tem o chão repleto de cogumelos. Da colheita para a panela, em um dia perfeito para qualquer cicloturista! É muito legal compartilhar com você, um pouco do meu dia-a-dia!

A viagem ao redor do globo continua! Para adquirir um exemplar do livro NORUEGA BY BIKE, mande um e-mail para: atmagalhaesbybike@gmail.com , com o título: LIVRO NORUEGA BY BIKE, com seu nome, endereço de entrega e comprovante de depósito. Dados bancários: Aurélio Tanuri Magalhães CPF: 151.956.888.69 Banco Itaú Agência: 8482 Conta Corrente: 05369 4

DA CHINA PARA CASA BY BIKE, compartilhando a viagem enquanto ela acontece! Toda quinta-feira um novo episódio com dicas, curiosidades e o dia a dia de uma VOLTA AO MUNDO DE BICICLETA. Se inscreva no canal! Curta, compartilhe, comente! Seu envolvimento ajuda a me manter motivado! Para APOIAR o projeto e me dar aquela forcinha, conheça minha campanha de FINANCIAMENTO COLETIVO,: https://apoia.se/dachinaparacasabybike , as recompensas começam a partir de R$ 8 por mês.

Obrigado por me seguir!

Facebook: @aureliomagalhaesbybike

Instagram: @aureliotanurimagalhaes

Blog: http://www.atmagalhaes.wordpress.com

BAGAGEIRO QUEBRADO! CICLOTURISMO LETÔNIA – DA CHINA PARA CASA BY BIKE – VOLTA AO MUNDO

TEMPORADA LETÔNIA

EPISÓDIO #1

BAGAGEIRO QUEBRADO! CICLOTURISMO LETÔNIA – DA CHINA PARA CASA BY BIKE – VOLTA AO MUNDO

Riga, a capital da Letônia foi fundada a mais de 800 anos, é a maior cidade dos países Bálticos, com aproximadamente 700 mil habitantes, situa-se as margens do Rio Daugava, o mais importante do país. Assim como Tallinn, capital da Estônia, seu centro histórico também foi declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco, ostentando um belo conjunto arquitetônico, mesclando edificações medievais e Art Nouveau.

Aos sábados, acontece uma feira de rua com agricultores, produtores, artesões locais. É uma ótima oportunidade para conhecer um pouco da gastronomia e cultura local. Queijos, pães, geleias, defumados, embutidos, frutas, verduras, artesanatos, e apresentações de danças regionais e músicos locais. A feira também é um ótimo lugar para quem gosta de fotografar!

Alexandra, minha anfitriã via Warmshowers, além de me proporcionar hospedagem, me guiou pelas principais atrações da cidade! Deixo registrado aqui, meus sinceros agradecimentos a ela!

Na Letônia, a ciclovia do Mar Báltico, conhecida como Euro Velo 10, quando não é exclusiva, compartilha estradas secundárias de muito pouco movimento, tornando o pedal muito tranquilo e agradável. Minha única preocupação era achar um lugar protegido do vento para armar a barraca e ter uma noite tranquila.

Segui descendo rumo sul até chegar na entrada de Rucava uma cidadezinha com apenas 600 habitantes, em um trecho onde a pista estava em manutenção, com vários trechos sem asfalto, fazendo com que a bicicleta sofresse bastante. Aí, o bagageiro traseiro quebrou!

No supermercado, encontrei por pura sorte, o único mecânico capaz de soldar alumínio da região. E em pouco mais de 15 minutos a bike estava reparada.

A viagem ao redor do globo continua! Para adquirir um exemplar do livro NORUEGA BY BIKE, mande um e-mail para: atmagalhaesbybike@gmail.com , com o título: LIVRO NORUEGA BY BIKE, com seu nome, endereço de entrega e comprovante de depósito. Dados bancários: Aurélio Tanuri Magalhães CPF: 151.956.888.69 Banco Itaú Agência: 8482 Conta Corrente: 05369 4

DA CHINA PARA CASA BY BIKE, compartilhando a viagem enquanto ela acontece! Toda quinta-feira um novo episódio com dicas, curiosidades e o dia a dia de uma VOLTA AO MUNDO DE BICICLETA. Se inscreva no canal! Curta, compartilhe, comente! Seu envolvimento ajuda a me manter motivado! Para APOIAR o projeto e me dar aquela forcinha, conheça minha campanha de FINANCIAMENTO COLETIVO,: https://apoia.se/dachinaparacasabybike , as recompensas começam a partir de R$ 8 por mês.

Obrigado por me seguir!

Facebook: @aureliomagalhaesbybike

Instagram: @aureliotanurimagalhaes

Blog: http://www.atmagalhaes.wordpress.com