UM MOSTRINHO NA TASMÂNIA – CICLOTURISMO AUSTRÁLIA – VOLTA AO MUNDO – DA CHINA PARA CASA BY BIKE

TEMPORADA AUSTRÁLIA

EPISÓDIO #12

UM MOSTRINHO NA TASMÂNIA – CICLOTURISMO AUSTRÁLIA – VOLTA AO MUNDO – DA CHINA PARA CASA BY BIKE

Fiz meu check-in o mais cedo possível para sair do vento gelado que soprava em Melborne naquele dia. O Spirit of Tasmania é um transatlântico luxuoso, com cabines confortáveis, bar e restaurante, mais é claro que a forma econômica com que viajo possibilitou comprar uma passagem que me deu direito a apenas uma poltrona semelhante a de um ônibus. Bom, pelo menos mais confortável que selim da bicicleta era…

Antes de zarpar, ainda tive tempo de curtir um lindo por do sol da Baia de Port Philip que protege o porto de Melbourne. A viagem durou a noite toda e por pura sorte acompanhei o mais belo eclipse da minha vida. Eu não sabia do eclipse até encontrar com Jiva, um morador local que veio até mim curioso com a minha bicicleta cheia de alforjes e puxou conversa. Infelizmente não estava com uma lente potente o suficiente para fazer uma boa foto da lua vermelha, como se denominou o eclipse naquele dia.

Desembarquei em Devonport na manhã seguinte, uma cidade pacata e muito organizada, com belas construções, onde fiquei por mais uma noite, e aproveitei para me divertir um pouco em uma pescaria muito bem sucedida, que fez do meu jantar um verdadeiro banquete.

De Devonport, segui viagem para uma pequena cidade chamada Lorinna, um pedal difícil de 70 km entre as montanhas com temperatura entre 3 e 11° C para chegar na casa de Elyse e Wauther, que aceitaram me hospedar via Warmshower, o velho e bom site de hospedagem gratuita para quem viaja em bicicleta. O jovem casal vive em uma fazenda entre as montanhas e estavam começando uma cooperativa para fornecer legumes frescos para os moradores da região. Eles são vegetarianos e o jantar foi colhido minutos antes de ir para a mesa. Foi um refeição farta de legumes, vegetais e uma cerveja produzida por eles. Aliás, me apaixonei pelo estilo de vida deles, que são autossuficientes em praticamente tudo. Quase 100% do que consomem é produzido na fazenda.

No jantar conheci Chris, um amigo do casal que estava indo para uma parte da ilha que não estava em meu roteiro. Ele viaja de motor-home e depois de uma boa conversa aceitei o convite de viajar com ele durante dois dias por uma região que não teria oportunidade de conhecer de bicicleta. Coloquei a bike na van e nesses dois dias percorremos cerca de 280 km entre as montanhas do lado oeste da Tasmânia para conhecer Cradle Valley, Rosebery, Zeehan, Queenstown entre outros pontos turísticos. A noite que compartimos teve direito a uma fogueira quente e um ótimo jantar, aproveitando a estrutura do motor-home.

Chris me deixou em Bronte Park, no topo de uma gélida montanha. Do topo, segui por um delicioso descidão de meia hora até Deloraine, onde retomei meu roteiro inicial no lado leste da ilha.

Em Miena, cidade que fica a 1000 metros de altitude a temperatura chegou a – 4 ° C… e no caminho, entre uma chuva de granizo e vento frio, pela primeira vez em minha vida, pedalei debaixo de neve. O frio foi tão forte que a maquina fotográfica que viaja em uma bolsa no quadro da bicicleta congelou e parou de funcionar em poucos minutos.

Depois, retornei ao meu roteiro inicial e pedalei pelo litoral até Hobart, me deliciando com o visual das lindas praias e encostas e com a tranquilidade que é pedalar por lá!

A viagem ao redor do globo continua!

Para adquirir um exemplar do livro NORUEGA BY BIKE, mande um e-mail para: atmagalhaesbybike@gmail.com , com o título: LIVRO NORUEGA BY BIKE, com seu nome, endereço de entrega e comprovante de depósito. Dados bancários: Aurélio Tanuri Magalhães CPF: 151.956.888.69 Banco Itaú Agência: 8482 Conta Corrente: 05369 4

A jornada ao redor do globo continua. DA CHINA PARA CASA BY BIKE, compartilhando a viagem enquanto ela acontece! Toda quinta-feira um novo episódio com dicas, curiosidades e o dia a dia de uma VOLTA AO MUNDO DE BICICLETA.

Se inscreva no canal! Curta, compartilhe, comente! Seu envolvimento ajuda a me manter motivado!

Para APOIAR o projeto e me dar aquela forcinha, conheça minha campanha de FINANCIAMENTO COLETIVO,: https://apoia.se/dachinaparacasabybike , as recompensas começam a partir de R$ 8 por mês.

Obrigado por me seguir!

Facebook: @aureliomagalhaesbybike

Instagram: @aureliotanurimagalhaes

Blog: http://www.atmagalhaes.wordpress.com