As últimas surpresas do meu pedal na Croácia.

Demorei alguns dias para voltar a pedalar depois que a minha irmã Cynthia voltou para o Brasil.

De compromisso mesmo, só ministrei uma palestra para os alunos de Emoke, minha amiga húngara, e mais nada. Foi um bate-papo rápido de 45 min, onde pude compartilhar minhas experiências de viagem e responder um montão de perguntas. Fiquei contente com o interesse e surpreso em ver como os estudantes húngaros sabem respeitar o limite das brincadeiras e do respeito! Foi um papo divertido e cheio de piadas! Gostei muito!

IMG_2251

Turma animada de adolescentes que me ouviram em uma mini palestra em Szekszárd – Hungria.

De volta ao litoral da Croácia, peguei vários dias de sol, praticamente sem vento e temperatura agradável em torno de 12° C. Um sobe e desce dos diabo, mas nenhuma grande montanha. Altitude máxima de 300 metros acima do nível do mar, oferecendo visuais incríveis. Nada comparado as montanhas que cruzei com a Cynthia. Acampei bastante e fiz a minha própria comida. Aliás, talvez o assunto gastronômico tenha sido a maior baixa deste país. Tirando uma coisa aqui outra ali, a maioria dos restaurantes na beira da estrada sofrem forte influência italiana (a Itália é logo alí, do outro lado do Mar Adriático), e é raro encontrar algo que não seja pizza, pasta ou risoto. Ahh… tem muito kebab também…

 

IMG_5632

Acampamento em estrada abandonada ao lado da estrada principal nas margens do Mar Adriático, Croácia.

IMG_5613

Acampamento em meio a plantação de oliveiras, entre as montanhas e o mar, Croácia.

Com a Cynthia, tive várias conversas e senti a necessidade de me isolar um pouco para colocar as ideias em ordem e realinhar os pensamentos. Fiquei sem internet esse tempo todo, não fiz muita questão de me enturmar com os locais e gastei muito tempo ajustando os próximos passos. Por muitas vezes fiz paradas apenas para curtir o visual.

IMG_5609

Curtindo o visual em Markaska, Croácia.

IMG_5618

Lago nos arredores de Ploce, Croácia.

IMG_5625

Trn, pequena vila na Croácia

IMG_5639

Chegando em Dubrovnik, último destino na Croácia.

A exceção da regra, foi pedalar e acampar por um dia e uma noite com Florian e Vicent, dois jovens franceses que estão rodando a Europa com bicicletas elétricas. Nos encontramos casualmente na estrada. Fiquei interessado em ver o ritmo de viagem deles. Com a velocidade média bem mais alta que a minha, e fazendo bem menos força nas subidas, eles exercitam a paciência por até 3 horas e meia para recarregar as baterias da bike. Pedalam praticamente sem paradas no período da manhã, param para recarregar quando acham tomadas, perto de 50 km pedalados, e depois voltam a pedalar apenas para encontrar um local seguro para acampar.

IMG_5619

Os franceses Vicent e Florian com as bikes elétricas e trailers. Croácia.

IMG_5620

Para quem quiser dar uma olhada no site dos franceses Florian e Vicent, que eu tive o prazer de encontrar na Croácia.

Vale lembrar que o pôr do sol acontece por volta das 16:15h, e com isso a distância média pedalada no dia quase nunca ultrapassa 80 km. A temperatura nas madrugadas quase sempre fica em torno de 0°C, um pouco mais um pouco menos. Com isso, forma-se uma fina camada de gelo deixando o asfalto escorregadio, exigindo total atenção. Esse fenômeno é conhecido como “black ice”. Vicent teve a infelicidade de derrapar em um desses pontos e felizmente sofreu apenas escoriações leves.

IMG_5626

Black ice derrubou Vicent, felizmente sem maiores consequências. Croácia.

Hoje estou em Dubrovnik, minha última parada antes de deixar a Croácia. Conhecida como a “pérola do Adriático”, é uma das cidades mais visitadas do país. Cercada por prainhas paradisíacas, montanhas, fortificações e muralhas, a cidade velha mistura a arquitetura medieval, barroca e renascentista, que aliados aos diversos monumentos e edifícios históricos, lhe rendeu o título de Patrimônio Mundial da Unesco desde 1979.

IMG_1000

Dubrovnik, Croácia

IMG_5662

Difícil missão! Subir as escadarias da cidade velha em busca de um albergue. Dubrovnik, Croácia.

Eu vou continuar seguindo rumo sul, tendo como próximos desafios Montenegro e Albânia. Conto com você! Continue na garupa!

 

 

 

14 comentários em “As últimas surpresas do meu pedal na Croácia.

  1. Sueli disse:

    Estou na garupa.Expire, inspire, ganhe forças e vamo que vamo. Bjssss

  2. Guilherme disse:

    Boa, meu amigo! Ás vezes só precisamos de um tempo sozinhos com a natureza, isso é normal. Sua viagem continua incrível, como sempre. To aqui te acompanhando!
    Um abraço!

  3. Alex Vallet disse:

    Hi Aurélio,
    So nice to read about your last news! I’m happy to see that you’re going on!
    Where will you be for Xmas? I’ll have a thought for you from France, I have a flight tomorrow.
    Enjoy the last day of 2015 and be happy the 21th the day will grow up again…

  4. Maria Sílvia disse:

    Tô aqui na garupa!! Fico só imaginando os altos papos que teve consigo mesmo!!!! Papo de maluco???? hahahhaha brincadeira!!! Mega boa sorte pela frente!!! Beijo

  5. Paula Guimarães disse:

    Aurelio, estamos em Montenegro.

    Certamente você cruzará com um carro com a placa de Sao Paulo. Fica ai de olho. Estamos em Radanovici.

    Pare aqui para um café ou um churrasco ou um vinho…

    outsidersbrazil@gmail.com

    Abraços e boa viagem!
    Paula

  6. Adriana disse:

    A gastronomia pode ter ficado a desejar…mas as fotografias… De tirar o fôlego!

  7. nonatanuri@hotmail.com disse:

    to firmona na garupa bjs saudade

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s