Incrível o capote que levei!

Hoje levei um das mais espetaculares capotes da minha vida.
Calma pessoal, não estava pedalando…
Estava quentinho dentro do meu saco de dormir. Adiei o xixi até não poder mais. Sai da barraca puto da vida! Quentinho, tive que calçar as sapatilhas e ao invés de dar a volta no hotel todo, fui em direção ao barranco, a uns 5 metros da barraca. Coloquei a lanterna na cabeça e lá fui eu. O choque térmico fazia com que eu apressasse as coisas. Nos segundo em que fazia xixi, olhava ao redor e pude checar as horas. 2:45h da manhã. Vento gelado no rosto. O xixi soltava aquela fumacinha característica em contato com o frio.
Ao mesmo tempo que dava a última chacoalhada no “bitelo”, reparei nas estrelas e inclinei minha cabeça todo para cima. Foi a ultima coisa que me lembro.
Não sei o que aconteceu! Acho que minha pressão abaixou sem dar aviso. Blackout total! Despenquei ladeira abaixo por uns 5 metros no meio das pedras. Quando voltei, estava deitado no chão tentando entender o que aconteceu. Minha lanterna parou na metade do barranco.
Aos poucos fui sentindo dores em todo corpo.
Caralho! Não sei como não me machuquei gravemente! Estou com o rosto arranhado, a barriga na altura das costelas do lado esquerdo e os dois joelhos doloridos, o cotovelo e o ombro esquerdo ralados. Devo ter rolado ladeira abaixo! Não me lembro de nada!
De volta ao saco de dormir, fiquei tentando entender por alguns instantes o que aconteceu. Fiquei com medo! Olhei pra o relógio e passaram-se apenas 2 minutos. Adormeci com alguma coisa no meu olho incomodando e com dores principalmente no joelho direito.
Quando acordei desmontei o acampamento ainda tentando entender o que se passou. Pedalei o dia todo com a pulga atrás da orelha. Na verdade estava me sentindo inseguro. Aí, para piorar as coisas, estava em uma daquelas subidas intermináveis, e de repente o guard rail dá um estalo e se solta ao meu lado. Levei um puta susto! Quase caí da La Macchina!

Vistas do caminho

Foto do meu capacete

Logo em seguida um sequência de túneis. Definitivamente não gosto de pedalar em túneis. Eles são frios, sem iluminação. A sensação de insegurança me invade!


Decidi parar um pouco antes do programado. Estou em Sand. e pela primeira vez provei o deliciosa Monkfish.

Monkfish e um belo fettuccine...

Sand

Rolling down the hill

Today I rolled down the hill on such a way as I had never done before in my life.
Take it easy fellows! I wasn’t pedaling…
It was very warm inside my sleeping bag, but I needed to go pee. I waited the more I could. I didn’t want to go out of the tent! It was very warm, but I put on my shoes and instead of going all around the hotel, I went in the direction of the ravine, about 16 feet from the tent. I put the flashlight on my head and here I went. Because of the cold I hurried up a little. While I was peeing, I looked around and checked the time. It was 2.45am in the morning. The wind was very cold on my face. That small little smoke typical of the contact with the cold came out from my urine.
As I shook off the small little drops left from the pee, I noticed the stars and turned my head all the way up. That is the last thing I can remember.
I don’t know what happened! I think my pressure dropped without any advice. Total blackout! I fell down the hill for about 17 feet through stones. When I recovered, I was lying on the floor trying to understand what had happened. The flashlight went down half way down the ravine.
Little by little I started to feel the pain all over my body.
Shit! I don’t know how I got so badly hurt! My face is all scratched, as well as my belly over the ribs on the left. Both knees are hurting, and my elbow and left shoulder are also scratched. I guess I must have rolled all the way down the hill! I can’t remember anything!
When I got back to the sleeping bag, for some time I kept trying to understand what had happened. I got scared! I looked at the watch and only 2 minutes had gone by. I fell asleep but there was something disturbing in my eyes and I had pain mainly on my right knee. When I woke up I put down the tent and was still trying to understand what had happened. I pedaled all day long but I couldn’t stop thinking about the fact. Actually, I was insecure. Then to make things even worse, I was facing one of those endless hills, when all of a sudden the guard rails slaped and poped up besides me. I got god damned scared! Almost fell down from La Macchina!
Right after came a sequence of tunnels. I definitely don’t like tunnels. They are cold, with no light. The feeling of insecurity pervaded me!
I decided to stop a little before the time I had planned. I’m in Sand and for the first time I tasted the delicious Monkfish.

30 comentários em “Incrível o capote que levei!

  1. allex2501 disse:

    C não tirou fotos do lugar do capote? Acho que foi a chacoalhada no willy, muita emoção no frio, seu corpo desligou.

  2. Paula Rocha disse:

    Eu sei o que foi… Troll! Tomou cocao de um troll! Cuidado, nas florestas daqui e cheio de troll de Madrugada😉

  3. Renato disse:

    Opa, se machucou… melhoras por ae! e bola pra frente!!! pra cima!!!

  4. Marco Xavier disse:

    É que com tanto frio vc nao encontrou o “bitelo” e foi procura-lo no final do barranco.
    O meu tbm diminiu quando está frio, vai só até o joelho!

    Abraçao.

    Boa Viagem!!

  5. CHRISTIAN disse:

    DEVE TER SIDO A EMOCAO DE TER ACHADO O “BITELINHO” NO FRI DA MADRUGADA…

    • atmagalhaes disse:

      Eu tinha certeza que vc ia aparecer para escrever isso…. quando estava postando ontem, veio um pensamento que vc iria me sacanear… Te conheço Bode!!!
      Saudade amigao!
      Bj em todos

  6. Sérgio de Siqueira Campos disse:

    Muitas emoções! Ainda bem que seu Anjo da Guarda estava a postos!
    Vivendo e aprendendo, cuidado no próximo xixi ao ar livre!
    Abrs.

  7. Adriana disse:

    Presta atenção Menino!!! Ainda bem que nada de grave, mas servem como alerta né! Tá descansando suficiente? Bjo

  8. lili disse:

    Acho que foi o Troll que de empurou rsrrs.Mas como vc esta?

  9. Cris disse:

    Aurélio fantástica a foto do Monkfish…deve ser maravilhoso. Força cara…
    Abraço

  10. Sérgio de Siqueira Campos disse:

    Aurélio, vai aquí minha sugestão!

    Mantenha sempre uma garrafa pet de 1,5lts vazia em sua barraca(com tampa), assim poderá usar nas emergências sem sair ao ar livre e tomar friagem! Só depois não confunda com cerjeja norueguesa!

    Abraços!Sérgio

  11. deborah matthiesen disse:

    Aurélio, melhor mesmo vc dar uma gorjetinha pro seu anjo da guarda e um “capote” no bom sentido pro Troll… rs.. Não dá pra brincar com isso não. Agora fica alerta, e pipi só na moita… nada de barranco… Beijão!!

  12. Angélica disse:

    Que susto, hein??
    Ainda bem que não foi nada grave e vc está inteiro. Muita força e fé em vc…
    Bjs

  13. Bê, Ná e Maria Clara disse:

    Eita cabeção….demorou tanto pra achar o miudinho que até desmaiou….kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk abraços

  14. Lilian disse:

    Auréeeeelioooo!!!!
    Que bom que vc está bem! Ufa, imagino o susto!!!
    Meu, tô deslumbrada com as fotos, não existe adjetivo para qualificá-las, agora eu sei pq vc escolheu esse país! Que espetáculo!!! E olha, obrigada por compartilhar essa aventura conosco! E também por nos motivar ainda mais a desbravar esse mundão.
    Hoje, especialmente, pensamos muito em você. Espero que a energia boa tenha chegado aí.
    Bjos, bjos, bjos.

  15. Mauricio disse:

    Fico feliz por você estar inteiro. Dei muita risada com o acontecido…desculpa mas o modo que relatou no blog ficou muito engraçado. Bola pra frente e um grande abraço.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s