Noruega By Bike na TV Record

Assista na íntegra a entrevista no programa Esporte Record que foi ao ar no sábado dia 19 de março.

Festa de Despedida

Festa de Despedida

Legal receber o carinho e o apoio de todos que estiveram na festa.
Falar um pouquinho com cada um foi muito legal! Aqueles que eu vejo pouco então, nem se fala! Matar a saudade ou aumentar no tchau! Qual prevalece! A saudade é eterna!
Click abaixo e veja as fotos/Click below to see the photos

“Um abraço vale mil palavras. Um amigo mais.”

 

 

FAREWELL PARTY

It was great to feel the affection and support from all the friends at the party.
It was cool to exchange ideas with each one ! Specially with those that I have hardly had the chance to meet lately. After being so happy to see people I missed so much, it was hard to know that in a short while I would miss them even more during the trip. What really prevails ! Eternal longing !

“A hug is worth a thousand words. A friend is more. “

Aurora Boreal

A aurora polar é um fenômeno óptico composto de um brilho observado nos céus noturnos nas regiões polares, em decorrência do impacto de partículas de vento solar e a poeira espacial encontrada na via láctea com a alta atmosfera da Terra, canalizadas pelo campo magnético terrestre. Em latitudes do hemisfério norte é conhecida como aurora boreal (nome batizado por Galileu Galilei em 1619, em referência à deusa romana do amanhecer Aurora e ao seu filho Bóreas, representante dos ventos nortes), ou luzes do Norte (nome mais comum entre os escandinavos). Ocorre normalmente nas épocas de setembro a outubro e de março a abril. Em latitudes do hemisfério sul é conhecida como aurora austral, nome batizado por James Cook, uma referência direta ao fato de estar ao Sul.
O fenômeno não é exclusivo somente à Terra, sendo também observável em outros planetas do sistema solar como Jupter, Saturno, marte e Vênus. Da mesma maneira, o fenômeno não é exclusivo da natureza, sendo também reproduzível artificialmente através de explosões nucleares ou em laboratório.
A aurora aparece tipicamente tanto como um brilho difuso quanto como uma cortina estendida em sentido horizontal. Algumas vezes são formados arcos que podem mudar de forma constantemente. Cada cortina consiste de vários raios paralelos e alinhados na direção das linhas do campo magnético, sugerindo que o fenômeno no nosso planeta está alinhado com o campo magnético terrestre. Da mesma forma a junção de diversos fatores pode levar à formação de linhas aurorais de tonalidades de cor específicas.

AURORA BOREALIS

The polar aurora is an optical phenomenon made of a brightness that can be observed at night in the sky of the polar regions. This phenomenon is due to the impact of solar wind particles and space dust found in the Milky Way in the upper atmosphere of Earth which is channeled through the Earth’s magnetic field. At the Northern Hemisphere latitudes it is known as aurora borealis (named after Galileu Galilei in 1619, in reference to the Roman goddess of the dawn Aurora and to her son Bóreas , representative of the north winds), or Northern lights (most common name among Scandinavians ).
It usually occurs between September and October, and between March and April. It is known as aurora australis at latitudes of the southern hemisphere, name given by James Cook, as a direct reference to the fact that it is in the South.
The phenomenon is not only exclusive to the Earth, is can also be seen in other solar system planets like Jupiter, Saturn, Mars and Venus. Likewise, the phenomenon is not exclusive in the nature, it can also be artificially reproduced . by nuclear explosions or in laboratory.
The aurora typically appears as either a diffuse glow or like a curtain stretched horizontally. Sometimes arcs are formed and they can constantly change their forms. Each curtain consists of many parallel rays and they get aligned in the direction of magnetic field lines, therefore it suggests that the phenomenon on our planet is aligned with the Earth’s magnetic field. Similarly, the joint of several factors can lead to the formation of auroral lines of specific color shades.

Faltam 10 dias para a viagem

Bicicleta na Cabeça

Passo horas em frente ao computador coletando informações, fazendo contatos, mandando email, atualizando o blog etc.. Minha cabeça não pensa mais em outra coisa que não seja essa minha aventura. Durmo e acordo pedalando nela!!!
Agora, por exemplo, estou horas sem comer. Quando vejo estou com a barriga roncando! Uma informação puxa outra, a outra mais uma, e aí vai…
No entanto, esse trabalho me traz uma sensação de segurança e conforto. A cada informação registrada, aumenta a minha confiança. Mas é aí que o bicho pega!
Lutando contra esse sentimento de tranqüilidade, uma reação instantânea vinda das profundezas do meu cérebro me tira da zona de conforto e o trabalho recomeça.
Neste momento estou focado em fazer contatos com os hotéis e restaurantes. A embaixada do Brasil em Oslo esta ajudando a divulgar o projeto com as autoridades de turismo de cada região que vou passar. Ajuda legal!
Ainda tenho algumas coisas em aberto como a filmadora, barraca e o sistema de comunicação que irei usar. Vou escolher na hora comparando preço, custo benefício, praticidade e etc.. Isso vai gerar uma correriazinha em Nova Iorque e depois em Oslo.
Ainda não encontrei um lugar para deixar meu mala-bike em Oslo. Não estou nem um pouco a fim de pagar um deposito por quatro meses. Outra coisa que não consegui, e isso é que esta me preocupando mais no momento, foi encontrar uma maneira viável e econômica de traduzir o blog.

Sala de casa

Just 10 days before the trip

I spend hours in front of the computer collecting information, making contacts, sending emails, updating the blog, etc. .. I can´t think of anything else but this adventure. I fall asleep and wake up just like if I were cycling my bike !!! Like now for instance, it´s been hours since I don´t eat. I just notice I´m hungry when I hear the roaring from inside my stomach! An information leads to another, and to another, and so on….. However, this work gives me a sensation of self-confidence and comfort. Confidence increases every time I collect a new information. But that´s when I have to get wise ! When I struggle against this easiness feeling, an instant reaction arises from the depth of my brain and takes me away from the comfort zone leading me back to the working process.
Right now I am focused on making contacts with hotels and restaurants. The Brazilian Embassy in Oslo is helping me to publicize the project with the tourism authorities of each region that I will pass by. Great Help! I still have some things to be done, such as define the camera, the tent and communication system to be used. I’ll choose them at the time of the purchase, comparing prices, cost benefit, practicality, etc. .. This will make me walk all around New York and Oslo.
I still haven´t found a place to keep my bike-suitcase in Oslo. I really don’t feel like paying a deposit for four months. Another thing that I’m worried about is the fact that I haven’t been able to find an economic and practical way to have the blog translated.

Últimos ajustes.

Bik Fit na Pedal Power

Ontem fui a Pedal Power para fazer o Bike Fit.
O Bike Fit é um estudo biomecânico que ajusta a sua bicicleta de acordo com seu padrão físico para melhorar o rendimento, prevenir lesões, e deixar seu pedalar mais confortável.
Depois de responder algumas perguntas sobre objetivos, onde e quanto pedalo, histórico de lesões, dores, incômodos, maneira que gosto de pedalar, passei por uma série de testes de flexibilidade e postural.
Com a bicicleta encaixada em um rolo (simulador), minha bicicleta foi sofrendo ajustes no pedal, no selim, na mesa, no guidão, nos manetes, e etc. Minha sapatilha esquerda ganhou uma palmilha e as duas sofreram um ajuste nos tacos.
Senti o resultado na hora! A La Macchina ficou muito mais confortável! Estou me sentindo mais confiante ainda!
Faltam 11 dias para a viagem

Yesterday I went to the Pedal Power (Bike Store) for a Bike Fit.
Bike Fit is a biodynamic study that adjusts your bike according to your physical standards as to enhance the efficiency, prevent lesions, and make your pedaling more comfortable.

After answering some questions about goals, where and when I cycle, lesion records, pains, discomforts, the way a like to pedal, I went through a series of flexibility and posture tests.
The bike was fit into a roll (simulator), and had some adjustments in the pedal, seat, handlebars, lever, etc… A new insole for my left shoe and a bolt cleat adjustment for both shoes. I felt the results at once ! La Machinna became much more comfortable ! I ‘m even more confident.

APR 22nd

Last Adjustments

Still 11 days left for the trip.

Rakfisk: peixe cru fermentado

Rakfisk: peixe cru fermentado


Rakfisk (norueguês: peixe empapado) é um prato típico norueguês feito com truta salgada e fermentada por dois ou três meses, e comida sem cozimento. O Rakfisk normalmente é servido cortado como um filé, servido com cebola vermelha crua, lefse (uma espécie de pão sírio norueguês), creme azedo e batatas-amêndoa. Algumas vezes, é servida com molho de mostarda. Não é indicado para pessoas com baixa imunidade ou para mulheres grávidas.
O prato é relacionado ao surströmming sueco (conhecido como peixe podre escandinavo), e provavelmente possui a mesma origem na cultura escandinava. O primeiro registro do termo rakfisk foi em 1348, mas provavelmente esse alimento é ainda mais antigo.

Os legendários vikings

Thor

Os Vikings se tornaram famosos por serem guerreiros e aventureiros corajosos e ambiciosos. Até o final do século VIII, a Escandinávia era uma região praticamente ignorada pela Europa. De repente, em 780, os Vikings se deslocaram da Noruega, Dinamarca e Suécia e começaram a saltear a Europa cristã, devastando cidades e campos. “Da fúria dos nórdicos, livrai-nos Senhor” ! (dizem que assim rezavam os monges saxões quando os vikings pagãos invadiam seus tranquilos mosteiros).
O exército Viking era formado de guerreiros profissionais: treinavam para combates ferozes e estavam mais bem equipados com espadas, escudos, machados e arcos. Além disso, eram exímios navegadores e com seus barcos super resistentes se aventuravam para o alto mar. Quando chegavam a terra, saqueavam imediatamente as aldeias para obter cavalos, gado e cereais.

Os Vikings navegavam nos aperfeiçoados e belos drakkars – os compridos barcos a vela e a remo esculpidos na madeira. Foram os primeiros na Europa do Norte a construí-los com velas. Com isto ganhavam enorme vantagem sobre as embarcações de outras nações, movidas a remos.
Navegando cada vez mais distante, tomaram grande parte da Suécia e da Escócia, a ilha de Man, as ilhas Hébridas, a Islândia, a Groenlândia e outros territórios russos, suecos e finlandeses e construíram um respeitável povoado na região do fiorde de Oslo. Acabaram por unificar a Noruega, reinando sobre ela durante anos.
Os Vikings eram também “experts” na fabricação de objetos de uso diário, armas e jóias. Grande parte da arte do tempo dos Vikings foi gravada ou esculpida em madeiras.
Eles prestavam cultos a muitos deuses. Odin, Thor e Frey eram mais cultuados. O martelo do deus Thor, o mais venerado, era como um amuleto que usavam para atrair a boa sorte.
No período viking a Noruega conheceu um desenvolvimento notável: a agricultura, o comércio e a construção de barcos foram as atividades mais importantes. Tudo o que se sabe sobre o passado desse país está baseado em lendas, nas famosas sagas que descrevem as aventuras marítimas dos temíveis guerreiros bárbaros.

The legendary Viking

The Vikings have become famous for being warriors and adventurers, brave and ambitious. By the late eighth century. Scandinaviawas a region pretty much ignored by the Europeans. Suddenly in 780, the Vikings shift out from Norway, Denmark and Sweden and began to sack the Christian Europe, devastating cities and countryside. “From the fury of the Scandinavian, Lord save us “! (said the Saxon monks when the pagan Vikings invaded their peaceful monasteries).
The Viking army was made up of professional warriors: trained to fierce fighting and were well equipped with swords, shields, axes and bows. Furthermore, they were skilled sailors sailing very resistant vessels that ventured towards high seas. When reaching the land, they pillaged the villages at once for horses, cattle and grain.
The Vikings sailed on refined and beautiful drakkars – long sailing and roaring boats carved in wood. They were the first in Northern Europeto build boats with sails. Therefore they had a great advantage over the vessels from other nations, moved by paddles.
Navigating each time more distant, they took over a great part of Sweden, Scotland, Man and The Hebrides islands, Iceland, Greenland and other Russian, Swedes and Finns territories, so building a respectable town in the region of the Oslo fjord.
At the end, they unified Norway, reigning for several years.
The Vikings were also “experts” in manufacturing every day items, jewelry and weapons. Much of the art from the Viking times was engraved or carved in wood. They adored many gods. The most worshiped were Odin, Thor and Frey. The hammer of the god Thor, the most venerated, was used like an amulet to attract good luck.
During the Viking period Norwayexperienced a remarkable development. The most important activities were agriculture, trade and shipbuilding. All we know about the past of this country is based on legends, the famous sagas that describe the adventures on the ocean of the fearful barbarian warriors.

Lá vem ladeiras!!!

Pesquisei muito sobre as estradas da Noruega.

Roteiro "Noruega by Bike"

As informações que obtive asseguram estradas ótimas.  Mesmo as vias secundárias são bem sinalizadas.

O país possui um terreno muito montanhoso e acidentado, tornando o pedalar um grande desafio. A montanha mais alta é a Sognefjellet com cerca de 1500m acima do nível do mar. Felizmente ela não esta no litoral. No entanto há uma enorme quantidade de montanhas entre 1000 e 1350m de altura no meu roteiro que exigirão muito do meu preparo físico. Pelo que pesquisei, é um sobe e desce do caralho!

No norte, as distâncias entre as cidades são longas e os pontos de apoio são raros. Isso exige uma organização e logística para não morrer de fome e de frio. Para compensar, o terreno é menos montanhoso.

Outro fator importante é a quantidade de túneis longos que não podem ser evitados. Em muitos o tráfego é bem carregado e com a escuridão fica um pouco mais arriscado.

Os restaurantes e alojamentos de beira de estradas são muito caros. Não existem muitos albergues e não há B&B (bed &breakfast). Barraca e saco de dormir são as minhas primeiras opções.

Com um litoral incrivelmente recortado, há muitos ferry boat, principalmente na região dos fiordes.

Here come the hills!!!

I researched a lot about Norway.
The information I got made me sure that the roads are great. Even the secondary roads are well signalized. It’s a great challenge to ride along the country’ s hilly and uneven ground. The highest mountain is Sognefjellet about 1.500 meters above sea level. Fortunately it’s not by the sea shore. However there are many mountains about 1.500 and 135 meters high on the route that will require a lot of my physical preparation. Considering what I have researched, it is a fucking up and down journey!
The distances’ between the cities are long and the support stops are rare in the North.
This demands an organization and logistic that won’t let me die of hunger and cold. To compensate the ground is not so hilly.
Another important issue is the number of long tunnels that can’t be avoided.
In many of them the traffic is heavy and in the darkness they are pretty risky.
The restaurants and lodging along the roads are very expensive. There are not many hostels and no B&B(bed and breakfast). First options are the tent and the sleeping bags. As the shore is extremely intersected there are many ferry boats, mainly in the fjord regions.

Eu adoro Escondidinho!

Este é um prato que eu adoro! Assim como a carne seca, o bacalhau combina muito bem!

Escondidinho de bacalhau

ESCONDIDINHO DE BACALHAU

Rendimento: 8 porções

Tempo de preparo: aproximadamente 1 hora

Grau de dificuldade: Fácil

 

INGREDIENTES PARA RECHEIO:

600 g de bacalhau tipo Saithe, ling ou Zarbo, desfiado e dessalgado ( veja como dessalgar na Categoria “receitas e dicas” no Post “Bacalhau da Noruega: receitas e dicas”);

2 cebolas média picada;

4 dentes de alho;

4 colheres de sopa de azeite de oliva;

Pimentas dedo de moça sem sementes picada a gosto;

½ xícara de chá de extrato de tomate;

1 maço de salsa picada;

250 g de queijo meia-cura ralado;

50 g de farinha de rosca;

Sal quanto baste.

INGREDIENTES PERA PURÊ:

1 ½ de mandioca;

2 colheres de sopa de manteiga;

250 ml de leite de coco;

600 ml de leite;

Sal quanto baste.

PREPARO DO PURÊ: Esprema a mandioca já cozida e volte ao fogo. Acrescente a manteiga, o leite de coco e o leite.  Corrija o sal e reserve.

PREPARO DO RECHEIO: Doure a cebola, alho e a pimenta dedo de moça no azeite e refogue o bacalhau. Misture o extrato de tomate, refogue por 8 minutos em fogo baixo.  Junte a salsa.

MONTAGEM: Unte com a manteiga um refratário e cubra com a metade do purê. Acrescente o recheio e cubra com o restante do purê. Cubra com a mistura de farinha de rosca e queijo meia-cura ralado e leve ao forno médio para gratinar por 30 minutos ou até dourar.