CICLOTURISMO E WARMSHOWERS: DICAS PARA ECONOMIZAR COM HOSPEDAGEM – DA CHINA PARA CASA BY BIKE

TEMPORADA RÚSSIA

EPISÓDIO #3

CICLOTURISMO E WARMSHOWERS: DICAS PARA ECONOMIZAR COM HOSPEDAGEM – DA CHINA PARA CASA BY BIKE

Neste episódio dou dicas de como economizar com hospedagem através do WARMSHOWERS.ORG . Enquanto fazemos um passeio pela floresta em busca de “blue berries” (mirtilo) para fazer geleia na região de São Petersburgo na Rússia, dou dicas de como proceder para aumentar sua chance de aceitação ao solicitar hospedagem.

A viagem ao redor do globo continua! Para adquirir um exemplar do livro NORUEGA BY BIKE, mande um e-mail para: atmagalhaesbybike@gmail.com , com o título: LIVRO NORUEGA BY BIKE, com seu nome, endereço de entrega e comprovante de depósito. Dados bancários: Aurélio Tanuri Magalhães CPF: 151.956.888.69 Banco Itaú Agência: 8482 Conta Corrente: 05369 4

A CHINA PARA CASA BY BIKE, compartilhando a viagem enquanto ela acontece! Toda quinta-feira um novo episódio com dicas, curiosidades e o dia a dia de uma VOLTA AO MUNDO DE BICICLETA. Se inscreva no canal! Curta, compartilhe, comente! Seu envolvimento ajuda a me manter motivado! Para APOIAR o projeto e me dar aquela forcinha, conheça minha campanha de FINANCIAMENTO COLETIVO,: https://apoia.se/dachinaparacasabybike , as recompensas começam a partir de R$ 8 por mês.

Obrigado por me seguir!

Facebook: @aureliomagalhaesbybike

Instagram: @aureliotanurimagalhaes

Blog: http://www.atmagalhaes.wordpress.com

CICLOTURISMO RÚSSIA – ESTRADAS HOSPITALIDADE E CULTURA – DA CHINA PARA CASA BY BIKE – VOLTA AO MUNDO

TEMPORADA RÚSSIA

EPISÓDIO #2

CICLOTURISMO RÚSSIA – ESTRADAS HOSPITALIDADE E CULTURA – DA CHINA PARA CASA BY BIKE – VOLTA AO MUNDO

Os primeiros dias de pedal foram extremamente chatos. Pedalei em uma estrada movimentada, barulhenta, entre um corredor de floresta de coníferas que encobria o horizonte. Vista limitada, templo nublado, vento contra, relevo ondulado. Fui vencendo os quilômetros sem muita empolgação usando o excelente acostamento da via, sem praticamente nada para ver.

O ponto positivo foi encontrar membros do Warmshowers em várias cidades, me infiltrando na cultura local e quebrando o preconceito de que os russos são frios e não sorriem.

Em Vyshny Volochyok, me encontrei com Alex, um membro do Warmshowers que mora em Moscou. Ele veio pedalar comigo por dois dias. Viajamos quase 200 km em dois dias por estradas secundárias, entre florestas, lagos, rios e vilarejos. Almoçamos com sua família em uma típica casa de campo onde passamos a noite. Comida típica e deliciosa! Com destaque para o pimentão recheado de café da manhã.

Nesta época do ano as macieiras estão carregadas, e é possível achar vários tipos de frutas na beira da estrada.

No final do nosso segundo dia de pedal, nos encontramos com Alexey, outro membro do Warmshowers que mora em uma pequena cidade chamada Bologoye. Ele também possui uma casa de campo onde fomos passar o dia com sua família. Rolou um churrasco e banho russo, ou “banya”. Algo parecido com uma sauna rústica. Relaxante e revigorante, comum em todas as casas de campo do país.

De Bologoye até Valday, pedalei em uma estradinha secundária bem tranquila, beirando rios, lagos, florestas e cruzando algumas vilas abandonadas.

O monastério de Valday fica em uma ilha no meio do lago que banha a cidade. Com ajuda de Filipp e Nikita, de 12 e 14 anos, encontrei um ótimo lugar para acampar. Os meninos, depois que me ajudaram a levantar acampamento e tentar achar minhocas para pescaria, se deliciaram com um delicioso queijo cottage temperado que preparei para o jantar ao lado da fogueira.

No outro dia, os meninos apareceram e me levaram a feirinha da cidade, onde reabasteci meus suprimentos e segui viagem…Eu adoro encontrar locais pelo caminho, mas quando se trata de crianças, fico ainda mais feliz!

Muito provavelmente você nunca ouviu falar em Veliky Novgorod, uma pacata cidade com cerca de 200 mil habitantes. É uma das cidades mais antigas da Rússia e muitas das decisões políticas desse monumental país foram tomadas aqui. Fundada no século I, Novgorod foi o primeiro centro cultural, arquitetônico e artístico da Rússia. A primeira escola do país também foi fundada aqui, tornando-se o principal centro de alfabetização e publicações de livros da época. A cidade influenciou a pintura e a arte decorativa não só na Rússia, mas também em toda a Europa. Sua posição estratégica longe das fronteiras, e seu poderio militar avançado para os padrões da época, conseguiram preservar um complexo único de monumentos arquitetônicos e afrescos dos séculos XI ao XVII, como o mais antigo manuscrito russo, por exemplo. A primeira vez que a cidade sofreu sérios danos foi na II Guerra Mundial, fortemente bombardeada por mais de dois anos. No entanto, o governo russo se esforçou e conseguiu restaurá-la. Novgorod exala história! A Catedral de Santa Sophia por exemplo, é o mais antigo edifício russo. Erguida em 1045, está protegida pela mais antiga fortaleza russa, ou Kremlin. O Kremlin de Novgorod é mais antigo que o de Moscou, sendo citado pela primeira vez em 1044. Dentro do Kremlin, além da catedral, o conjunto de sinos de Santa Sophia, o Palácio do Arcebispo e o monumento em homenagem ao milênio recebem destaque especial. A cidade ainda possui vários museus com exposições das mais variadas, como joias, bordados, achados arqueológicos, pinturas, esculturas e manuscritos em casca de tronco de bétulas (árvores típicas da região). As águas do rio Volkhov passam lentamente ao lado da fortaleza, que com o sol de verão, trazem um charme todo especial a cidade.

A viagem ao redor do globo continua! Para adquirir um exemplar do livro NORUEGA BY BIKE, mande um e-mail para: atmagalhaesbybike@gmail.com , com o título: LIVRO NORUEGA BY BIKE, com seu nome, endereço de entrega e comprovante de depósito. Dados bancários: Aurélio Tanuri Magalhães CPF: 151.956.888.69 Banco Itaú Agência: 8482 Conta Corrente: 05369 4

DA CHINA PARA CASA BY BIKE, compartilhando a viagem enquanto ela acontece! Toda quinta-feira um novo episódio com dicas, curiosidades e o dia a dia de uma VOLTA AO MUNDO DE BICICLETA. Se inscreva no canal! Curta, compartilhe, comente! Seu envolvimento ajuda a me manter motivado! Para APOIAR o projeto e me dar aquela forcinha, conheça minha campanha de FINANCIAMENTO COLETIVO,: https://apoia.se/dachinaparacasabybike , as recompensas começam a partir de R$ 8 por mês.

Obrigado por me seguir!

Facebook: @aureliomagalhaesbybike

Instagram: @aureliotanurimagalhaes

Blog: http://www.atmagalhaes.wordpress.com

CICLOTURISMO RÚSSIA – BEM VÍNDOS À MOSCOU – DA CHINA PARA CASA BY BIKE – VOLTA AO MUNDO

TEMPORADA RÚSSIA

EPISÓDIO #1

CICLOTURISMO RÚSSIA – BEM VÍNDOS À MOSCOU – DA CHINA PARA CASA BY BIKE – VOLTA AO MUNDO

Neste episódio mostro quanto pesa minha bicicleta e equipamentos.

Me hospedei na casa de Nickolay. Um típico morador de Moscou, membro do WS e fanático por bicicleta. Logo que cheguei, Nicolay me apresentou a seus amigos e fomos dar um passeio. Conheci os principais pontos turísticos da cidade. Era domingo, pouco trânsito e clima delicioso.

Moscou possui aproximadamente 15 milhões de habitantes e se revelou muito diferente do que imaginava. Esperava uma cidade fria e cinza, com frota automobilística antiga e prédios caindo aos pedaços herdados da época comunista. No entanto, me deparei com um calor de 30°C, céu azul, uma cidade incrivelmente verde, repleta de parques, praças e lagos, limpa e organizada. Me surpreendi também com a frota de carros novos, com as fachadas coloridas dos prédios e com a quantidade de gente bonita nas ruas! Que mulherada linda!!! Como se diz no interior: Me apaixonei em cada esquina!

A Praça Vermelha é a principal atração da cidade. Lá encontra-se a Catedral de São Basílico, o Kremelin, o mausoléu de Lenin, o museu histórico, e um sofisticado shopping center.

A Catedral Ortodoxa de São Basílico é o símbolo da cidade. Construída em 1561, é Patrimônio Mundial da Unesco e sua arquitetura é única! Não existe nada similar no país. Parece um castelo de contos de fadas.

O Kremlin, residência oficial do presidente a mais de 2.000 anos, é uma fortaleza que abriga também museus, galerias, praças, monumentos e exibe uma arquitetura interessantíssima.

A fachada do museu é lindíssima! Seu acervo possui quase 2 milhões de objetos entre relíquias pré-históricas, obras de artes como quadros, esculturas, fotografias, documentos e tudo o mais.

O mausoléu abriga o corpo embalsamado do mais importante nome e fundador da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas. O corpo de Lenin (1870-1922) – ainda é visitado por milhares de Russos todos os dias. Lenin foi um líder que combateu a opressão popular da época e por isso é tão querido pela população.

Na verdade Moscou é um museu a céu aberto. Prédios com lindas fachadas, parques, igrejas, monumentos faz de qualquer passeio um deleite.

Visitei também o centro de exibições permanente de Moscou, o Panrusso, conhecido pelos locais como Parque Ostankino, que serve também como uma espécie de museu dos tempos da antiga União Soviética e parque de diversão.

Uma das atrações da cidade são as estações de metrô. Construídas por Lenim para homenagear os trabalhadores que por ali passam todos os dias, elas são um luxo, que mais parecem o hall de hotéis 5 estrelas. O sistema metroviário da cidade possui mais de 180 estações divididas em 12 linhas. Em uma manhã chuvosa, aproveitei para conhecer as mais famosas. Mais o alfabeto cirílico praticado no país proporciona um grande desafio. A Rússia é um dos poucos países que conheci que não traduz para o inglês. E isso dificulta até na hora de fazer compras no mercado, ou ver um cardápio, me obrigando a escolher os produtos pelas fotos. Também fui desprezado por algumas pessoas quando tentei me comunicar em inglês.

Minha bicicleta estava precisando de alguns ajustes e Nickolay me levou na bicicletaria de seus amigos onde consegui todo o apoio que precisei. A Kapibike bicicletaria, organizou uma mini palestra relâmpago onde tive o prazer de compartilhar por 2 horas meu estilo de viagem. De um dia para o outro juntaram 9 pessoas. Adorei a experiência de compartilhar e relembrar algumas histórias.

A viagem ao redor do globo continua! Para adquirir um exemplar do livro NORUEGA BY BIKE, mande um e-mail para: atmagalhaesbybike@gmail.com , com o título: LIVRO NORUEGA BY BIKE, com seu nome, endereço de entrega e comprovante de depósito. Dados bancários: Aurélio Tanuri Magalhães CPF: 151.956.888.69 Banco Itaú Agência: 8482 Conta Corrente: 05369 4

DA CHINA PARA CASA BY BIKE, compartilhando a viagem enquanto ela acontece! Toda quinta-feira um novo episódio com dicas, curiosidades e o dia a dia de uma VOLTA AO MUNDO DE BICICLETA. Se inscreva no canal! Curta, compartilhe, comente! Seu envolvimento ajuda a me manter motivado! Para APOIAR o projeto e me dar aquela forcinha, conheça minha campanha de FINANCIAMENTO COLETIVO,: https://apoia.se/dachinaparacasabybike , as recompensas começam a partir de R$ 8 por mês.

Obrigado por me seguir!

Facebook: @aureliomagalhaesbybike

Instagram: @aureliotanurimagalhaes

Blog: http://www.atmagalhaes.wordpress.com

CICLOTURISMO ÍNDIA – UDAIPUR E AS CONSIDERAÇÕES FINAIS – DA CHINA PARA CASA BY BIKE – VOLTA AO MUNDO

TEMPORADA ÍNDIA

EPISÓDIO #12

CICLOTURISMO ÍNDIA – UDAIPUR E AS CONSIDERAÇÕES FINAIS – DA CHINA PARA CASA BY BIKE – VOLTA AO MUNDO

Neste episódio faço uma análise geral da Índia da perspectiva do selim da minha bicicleta e completo o giro pelo Rajastão.

Segui para Udaipur, ao sul do estado. Como já havia dito no episódio anterior, com a chegada das monções a chuva caiu forte durante toda minha visita, chegando a derrubar várias árvores. Com isso, não consegui ver muita coisa.

Conhecida como a “Veneza do Oriente”, Udaipur foi erguida às margens de vários lagos, fato que lhe rendeu a fama de ser a cidade mais romântica da Índia. Foi a mais compacta das cidades do Rajastão que tive oportunidade de conhecer. Também é a mais organizada e arejada, por estar entre as montanhas a 600 m de altitude.

Os restaurantes nos terraços dos prédios dão vistas para os lagos e contribuem para sustentar o ar romântico da cidade.

Udaipur ganhou fama com o filme “007 Contra Octopussy”, filmado em 1983 entre os palácios, vielas e arredores da cidade. Andar pelas vielas que margeiam os lagos e o City Palace, foi tudo que consegui conhecer.

O palácio é uma obra incrível! Ampliado por cada marajá que viveu ali, foi decorado em diferentes estilos, com 11 prédios encadeados e inúmeras salas.

Já era hora de voltar a Deli, afinal, estava na esperança de receber o aval e dar entrada na segunda e definitiva etapa do processo de emissão de visto para o Irã.

A viagem ao redor do globo continua! Para adquirir um exemplar do livro NORUEGA BY BIKE, mande um e-mail para: atmagalhaesbybike@gmail.com , com o título: LIVRO NORUEGA BY BIKE, com seu nome, endereço de entrega e comprovante de depósito. Dados bancários: Aurélio Tanuri Magalhães CPF: 151.956.888.69 Banco Itaú Agência: 8482 Conta Corrente: 05369 4

DA CHINA PARA CASA BY BIKE, compartilhando a viagem enquanto ela acontece! Toda quinta-feira um novo episódio com dicas, curiosidades e o dia a dia de uma VOLTA AO MUNDO DE BICICLETA. Se inscreva no canal! Curta, compartilhe, comente! Seu envolvimento ajuda a me manter motivado! Para APOIAR o projeto e me dar aquela forcinha, conheça minha campanha de FINANCIAMENTO COLETIVO,: https://apoia.se/dachinaparacasabybike , as recompensas começam a partir de R$ 8 por mês.

Obrigado por me seguir!

Facebook: @aureliomagalhaesbybike

Instagram: @aureliotanurimagalhaes

Blog: http://www.atmagalhaes.wordpress.com

CICLOTURISMO ÍNDIA – JODHPUR: A CIDADE AZUL – RAJASTÃO – DA CHINA PARA CASA BY BIKE – VOLTA AO MUNDO

TEMPORADA ÍNDIA

EPISÓDIO #11

CICLOTURISMO ÍNDIA – JODHPUR: A CIDADE AZUL – RAJASTÃO – DA CHINA PARA CASA BY BIKE – VOLTA AO MUNDO

Cheguei em Jodhpur, a “cidade azul”, junto com a chuva das monções, famosa por trazer muitos danos nessa região do planeta. Muita água despencou a partir desse momento, atrapalhando um pouco meu cronograma.

Com quase 1 milhão de habitantes Jodhpur possui o mesmo padrão de todas as cidades indianas. Frenética, confusa, mal cheirosa, com motoristas de tuk-tuk tentando te extorquir, buzinaço, vacas, rikshaws e muita gente nas ruas, principalmente em torno da Clock Tower, que fica bem no centro do Sadar Market, um colorido e tradicional mercado de rua que faz parte de um dos principais pontos turístico e comercial da cidade. Ali, turistas e locais se misturam em busca de frutas, especiarias, bijuterias, roupas, e tudo mais. Visitei o mercado bem cedo, é nessa hora que os locais vão as compras, e de quebra evita-se os turistas, as chuvas torrenciais e o forte calor.

O majestoso forte Meherangarh erguido em 1460, é o principal ponto turístico da cidade. Situado no alto de uma colina de 120 metros de altura, foi todo construído em arenito. Subindo as ruelas e escadarias de pedras, você vai entrando na atmosfera dos tempos do marajás ao se deparar com encantadores de serpentes, músicos tradicionais, e com as lindas fachadas da fortaleza. De lá de cima é possível entender porque Jodhpur é conhecida como a “cidade azul”.

Milhares de casinhas pintadas em diferentes tons de azuis oferecem um visual bastante interessante. Existem algumas teorias que explicam esse colorido. Uns dizem que azul espanta mosquitos, outros que ameniza o calor. No entanto, a teoria mais aceita é a identificação de castas.

Além de toda sua imponência, a fortaleza também impressiona internamente. Uma visita guiada te conduz por palácios, aposentos, salões, e um acervo bastante interessante usados pelos marajás em diferentes épocas, já que o forte foi expandido por diferentes governantes entre os séculos XVIII e XIX.

O ingresso custa cerca de US$ 5, com museu, áudio-guia e permissão para fotografar.

A viagem ao redor do globo continua! Para adquirir um exemplar do livro NORUEGA BY BIKE, mande um e-mail para: atmagalhaesbybike@gmail.com , com o título: LIVRO NORUEGA BY BIKE, com seu nome, endereço de entrega e comprovante de depósito. Dados bancários: Aurélio Tanuri Magalhães CPF: 151.956.888.69 Banco Itaú Agência: 8482 Conta Corrente: 05369 4

DA CHINA PARA CASA BY BIKE, compartilhando a viagem enquanto ela acontece! Toda quinta-feira um novo episódio com dicas, curiosidades e o dia a dia de uma VOLTA AO MUNDO DE BICICLETA. Se inscreva no canal! Curta, compartilhe, comente! Seu envolvimento ajuda a me manter motivado! Para APOIAR o projeto e me dar aquela forcinha, conheça minha campanha de FINANCIAMENTO COLETIVO,: https://apoia.se/dachinaparacasabybike , as recompensas começam a partir de R$ 8 por mês.

Obrigado por me seguir!

Facebook: @aureliomagalhaesbybike

Instagram: @aureliotanurimagalhaes

Blog: http://www.atmagalhaes.wordpress.com

CICLOTURISMO ÍNDIA – DESERTO DE THAR E A CIDADE DOURADA – JAILSAMER – DA CHINA PARA CASA BY BIKE

TEMPORADA ÍNDIA

EPISÓDIO #10

CICLOTURISMO ÍNDIA – DESERTO DE THAR E A CIDADE DOURADA – JAILSAMER – DA CHINA PARA CASA BY BIKE

Com aproximadamente 80 mil habitantes, e situada no coração do deserto de Thar, próximo a fronteira com o Paquistão, encontra-se Jaisalmer, que também é é conhecida como a “cidade dourada”.

A cidade viveu seu esplendor cerda de 800 anos atrás, pois era rota obrigatória das caravanas de mercadores, escoando especiarias, ópio e pedras preciosas para o Oriente Médio, África e Europa. Com a expansão da navegação a cidade foi esquecida. A herança dessa época de esplendor deixou um legado eterno. Um dos maiores fortes do mundo, que atrai milhares de turistas todos os anos.

Do alto de uma colina, a gigantesca fortaleza impressiona! Chega a tirar o fôlego! Construído com pedras de arenito em tons amarelados, contrasta com a cidade, em um suave degrade, mudando de tonalidade de acordo com a incidência do sol.

De todos as fortalezas que vi na Índia, essa foi a minha favorita! Não só pela beleza arquitetônica, mas também pelo fato de muita gente viver ali. É um castelo cheio de vida! É uma delícia passear pelas ruelas e observar o dia a dia dos moradores, se distrair nas lojinhas de artesanato, e sentir os aromas vindos das cozinhas das casas.

Um reservatório de água construído no século XIV rodeado por templos e construções interessantes, um passeio entre as ruelas da cidade baixa, e alguns templos Jainistas são as atrações coadjuvantes do lugar. Também existes alguns complexos templários ao redor da cidade como o Royal Cenotaphs Bada Bagh.

Aproveitando os preços convidativos praticado pelo turismo indiano, contratei um tour guiado pelas dunas do deserto de Thar. Gastei apenas US$ 12 por um passeio de 4 horas com o jantar incluso para ver o pôr do sol do deserto e passear de camelo. Claro, com esse preço não dava para esperar muita coisa, mas acabou sendo interessante cruzar as dunas chacoalhando no lombo desse animal desengonçado. O que valeu a pena foi ver o pôr do sol e acompanhar a preparação do jantar feito pelos guias sobre as dunas.

No outro dia, no final da tarde, aconteceu algo inusitado que eu nunca podia esperar… choveu tanto que as ruas alagaram…. Já viu isso acontecer no deserto?

A viagem ao redor do globo continua!

Para adquirir um exemplar do livro NORUEGA BY BIKE, mande um e-mail para: atmagalhaesbybike@gmail.com , com o título: LIVRO NORUEGA BY BIKE, com seu nome, endereço de entrega e comprovante de depósito. Dados bancários: Aurélio Tanuri Magalhães CPF: 151.956.888.69 Banco Itaú Agência: 8482 Conta Corrente: 05369 4

DA CHINA PARA CASA BY BIKE, compartilhando a viagem enquanto ela acontece! Toda quinta-feira um novo episódio com dicas, curiosidades e o dia a dia de uma VOLTA AO MUNDO DE BICICLETA. Se inscreva no canal! Curta, compartilhe, comente! Seu envolvimento ajuda a me manter motivado! Para APOIAR o projeto e me dar aquela forcinha, conheça minha campanha de FINANCIAMENTO COLETIVO,: https://apoia.se/dachinaparacasabybike , as recompensas começam a partir de R$ 8 por mês.

Obrigado por me seguir!

Facebook: @aureliomagalhaesbybike

Instagram: @aureliotanurimagalhaes

Blog: http://www.atmagalhaes.wordpress.com

TEMPLO DOS RATOS – BIKANER – CICLOTURISMO ÍNDIA – DA CHINA PARA CASA BY BIKE – VOLTA AO MUNDO

TEMPORADA ÍNDIA

EPISÓDIO #9

TEMPLO DOS RATOS – BIKANER – RAJASTÃO – CICLOTURISMO ÍNDIA – DA CHINA PARA CASA BY BIKE – VOLTA AO MUNDO

O Templo dos Ratos foi uma das coisas mais bizarras que já vi na vida!

A primeira vista este templo parece com todos os milhares de templos da índia. Mas além dos Deuses e santos, esse templo também é lar de outras divindades… os ratos!

Localizado em Deshnok, próximo a Bikaner, esse santuário também chamado de Karni Mata, foi erguido em homenagem a Deusa Durga, que possui 3 olhos, 8 mãos, e já nasceu adulta. Filha do deus Brahma e Shiva, seria requintadamente bela, com cabelos exuberantes e ornamentada com pérolas, pedras preciosas e ouro. Foi criada como uma guerreira para combater os demônios.

Os ratos são venerados porque os hindus acreditam eles que são descendentes de seus ancestrais e que Karni Mata que viveu no século XIV foi uma encarnação da Deusa Durga.

Os hindus acreditam que quando um familiar morre ele volta a vida como rato e quando o rato morre ele volta como ser humano.

Acredita-se que mais de 20 mil ratos vivem aqui, atraindo milhares de fiéis que os veneram e turistas de todas as partes do mundo incrédulos como eu.

Os fies trazem oferendas como cestas de frutas e leite para os roedores e homenageiam a Deusa com orações e cânticos de frente a um pequeno altar, chegando a compartilhar as oferendas com os ratos e a beijar o chão em busca da benção sagrada. É de embrulhar o estômago!

A lenda diz que se encontrar um rato branco terá sorte pelo resto da vida! Será? Enquanto os fies parecem super à vontade em meio a rataiada, me arrepio com a obrigatoriedade de ter que entrar no templo descalço. Confesso que calcei sacos plásticos que atraíram vários olhares curiosos como se o estranho fosse eu!

Essa é mais uma crença mirabolante da religião hindu.

A viagem ao redor do globo continua! Para adquirir um exemplar do livro NORUEGA BY BIKE, mande um e-mail para: atmagalhaesbybike@gmail.com , com o título: LIVRO NORUEGA BY BIKE, com seu nome, endereço de entrega e comprovante de depósito. Dados bancários: Aurélio Tanuri Magalhães CPF: 151.956.888.69 Banco Itaú Agência: 8482 Conta Corrente: 05369 4

A CHINA PARA CASA BY BIKE, compartilhando a viagem enquanto ela acontece! Toda quinta-feira um novo episódio com dicas, curiosidades e o dia a dia de uma VOLTA AO MUNDO DE BICICLETA. Se inscreva no canal! Curta, compartilhe, comente! Seu envolvimento ajuda a me manter motivado! Para APOIAR o projeto e me dar aquela forcinha, conheça minha campanha de FINANCIAMENTO COLETIVO,: https://apoia.se/dachinaparacasabybike , as recompensas começam a partir de R$ 8 por mês.

Obrigado por me seguir!

Facebook: @aureliomagalhaesbybike

Instagram: @aureliotanurimagalhaes

Blog: http://www.atmagalhaes.wordpress.com

CICLOTURISMO ÍNDIA – O INCRÍVEL RAJASTÃO – JAIPUR – VOLTA AO MUNDO EM BICICLETA – DA CHINA PARA CASA

TEMPORADA ÍNDIA

EPISÓDIO #8

CICLOTURISMO ÍNDIA – O INCRÍVEL RAJASTÃO – JAIPUR – VOLTA AO MUNDO EM BICICLETA – DA CHINA PARA CASA BY BIKE

Conhecida como a “cidade rosa”, Jaipur foi a primeira cidade planejada da Índia e recebeu o apelido de Paris Indiana. Na minha modesta opinião a cidade não lembra a capital francesa nem de longe e o rosa esta mais para um tom alaranjado ferrugem.

Regularmente pintada desde a visita do Príncipe de Gales em 1876, Jaipur tem como principal atração o Forte Amber, que está situado no alto de uma colina á beira de um bonito lago, ostentando uma fachada de “cinema”. Distante 7 km do centro, a construção impressiona! Erguido no século XVI, o forte abriga palácios, jardins e salas com belos mosaicos. Eu preferi subir as escadarias a pé, mas é possível chegar ao castelo nas costas de um elefante, como faziam os marajás da época.

O Templo dos Macacos é outro lugar que vale a visita. Não pelos macacos que podem ser encontrados em qualquer esquina na Índia, mas pela beleza arquitetônica. Situado nas colinas de Aravalli, o Galta Ji, como é conhecido, é um santuário de peregrinação hindu que segue o padrão indiano, lindíssimo mas sujo e fedido. E tome cuidado com os machos alfas. Eles podem ser bastante intimidadores ao te ver segurando alguma guloseima como frutas ou amendoins, que são comercializados na entrada do complexo. A entrada é franca, mas cobra-se para fotografar.

O Hawa Mahal, ou palácio dos ventos, é um edifício de 5 andares e 953 janelinhas que serviam para as mulheres dos marajás e suas concubinas espiarem a cidade, já que não podiam aparecer em público. Erguido em 1799, possui uma linda fachada que serve como um dos principais cartões postais da cidade. Em estilo Rajput, é ponto obrigatório a ser visitado, assim como o Water Palace e o Minarete que oferece linda vista da cidade.

O Jardim real de Sisodia Rani foi construído em 1728 pelo rei Maharaja Sawai como um retiro para sua segunda rainha. Esse exuberante jardim possui um estilo arquitetônico com traços mongóis e indianos único, ornamentado com canteiros de flores, canais de águas, fontes naturais, santuários , torres, e estátuas de mármores que retratam a história de amor entre a Deusa Radha e o Senhor Krishna. É um lugar perfeito para quem gosta de arte e quer respirar ar fresco, ou mesmo para quem quer fugir um pouco do caos da cidade.

A viagem ao redor do globo continua! Para adquirir um exemplar do livro NORUEGA BY BIKE, mande um e-mail para: atmagalhaesbybike@gmail.com , com o título: LIVRO NORUEGA BY BIKE, com seu nome, endereço de entrega e comprovante de depósito. Dados bancários: Aurélio Tanuri Magalhães CPF: 151.956.888.69 Banco Itaú Agência: 8482 Conta Corrente: 05369 4

A jornada ao redor do globo continua. DA CHINA PARA CASA BY BIKE, compartilhando a viagem enquanto ela acontece! Toda quinta-feira um novo episódio com dicas, curiosidades e o dia a dia de uma VOLTA AO MUNDO DE BICICLETA. Se inscreva no canal! Curta, compartilhe, comente! Seu envolvimento ajuda a me manter motivado! Para APOIAR o projeto e me dar aquela forcinha, conheça minha campanha de FINANCIAMENTO COLETIVO,: https://apoia.se/dachinaparacasabybike , as recompensas começam a partir de R$ 8 por mês.

Obrigado por me seguir!

Facebook: @aureliomagalhaesbybike

Instagram: @aureliotanurimagalhaes

Blog: http://www.atmagalhaes.wordpress.com

CICLOTURISMO ÍNDIA – DÉLHI E AS NECESSIDADES DE ADAPTAÇÕES – DA CHINA PARA CASA BY BIKE

TEMPORADA ÍNDIA

EPIS[ODIO #7

CICLOTURISMO ÍNDIA – DÉLHI E AS NECESSIDADES DE ADAPTAÇÕES – DA CHINA PARA CASA BY BIKE

Nova Délhi é organizada, com avenidas largas, semáforos respeitados, muitas praças arborizadas, monumentos e agradavelmente limpa. Já A Velha Délhi, onde me hospedei, o caos toma conta do pedaço. Tuk-tuk cruzando de um lado para o outro na contramão disputando espaço com automóveis, rikshas, pedestre, vacas, cachorros, bicicletas. Muita sujeira… e é claro um buzinaço incessante.

Délhi é a mais importante e a segunda maior cidade do país com um complexo metropolitano de aproximadamente 19 milhões de habitante. Capital de vários impérios, a cidade pode ser comparada a Roma, com ruínas e achados arqueológicos que datam de 300 a. C.. Todos os impérios deixaram suas marcas. Monumentos, palácios, templos, mercados… Atrações é que não faltam por aqui.

A Mesquita Jama Masjid, foi concluida em 1656, e é a maior e mais importante do país podendo abrigar 25.000 fiéis. Seus minaretes ficam a 40 metros de altura e pode-se ter uma boa vista da cidade. A entrada é grátis, paga-se apenas para entrar com máquina fotográfica e subir no minarete. E atenção, não pode entrar de bermuda.

O Red Fort, fica bem em frente da mesquita. Construído no século XVII, é uma fortificação que representa a mais fiel arquitetura indiana. A cor das pedras sugerem o nome do forte que é muito parecido com o forte de Agra e teve o mesmo construtor do Taj Mahal. A cidade real já sofreu com saques e a deterioração do tempo, mesmo assim, ainda é possível notar a grandiosidade e os detalhes dos tempos reais.

A Tumba Humayun, foi erguida no século XVI pala viúva do Imperador em honra ao seu marido. É o mais antigo mausoléu da dinastia mongol. Em 1993, sua belíssima arquitetura foi declarada Patrimônio Mundial da Unesco. Mesmo sendo berço da religião Hindu, a tumba evidencia a forte influência islâmica que a Índia sofreu no passado.

A 2km dali, fica as ruínas e o complexo de Purana Qila, o sexto império criado pelo imperador Himayum. Todos os dias após o pôr do sol, o forte é palco de uma apresentação de som e luzes que conta a história milenar de Délhi e seu legado de 7 impérios e 7 cidades.

O complexo arquitetônico de Qutub Minar, alojava na sua criação, 27 templos hindus e jainistas. Os Templos foram destruídos e seus materiais foram usados na construção de uma mesquita muçulmana em 739 a.C., o complexo continuou crescendo na mãos de muitos governantes, e se modificando de acordo com a religião de cada um. O maior minarete do mundo feito de tijolos com 72,5 metros de altura, conhecido como torre da vitória, que celebra a triunfo de Muizadim Maomé sobre o rei Rajapute Chauhan em 1192 a. C., oferece um charme especial juntamente com os detalhes arquitetônicos das construções. A história é rica, ou complicada como queiram…

Akshardham é o maior templo Hindu do planeta. Construído por 7.000 artesões e 3.000 voluntários foi concluído apenas em 2005. Mais do que um templo tradicional, o conjunto arquitetônico abriga jardins luxuosos, exibições tecnológicas e cinema Imax, servindo como um centro de propaganda e divulgação religiosa. As paredes são ricamente esculpidas e merecem destaque especial, assim como os adornos que cercam a cúpula principal. Com entrada franca, Akshardham é cercado por um forte esquema de segurança, e é estritamente proibido fotografar seu interior.

Depois de tantos templos e mesquitas, fui conhecer um dos lugares que mais gosto de visitar quando estou viajando. O Mercado de Chandni Chowk é uma área comercial no coração da Velha Délhi que guardada as devidas proporções, é muito parecida com a região da 25 de Março em São Paulo. Com ruas lotadas encontra-se de tudo na região. De especiarias, frutas secas e restaurantes tradicionais a joias, roupas, pratarias e muito mais… É um ótimo lugar paras conhecer o verdadeiro ritmo da cidade e sua originalidade e é claro, provar algumas guloseimas…

A viagem ao redor do globo continua!

Para adquirir um exemplar do livro NORUEGA BY BIKE, mande um e-mail para: atmagalhaesbybike@gmail.com , com o título: LIVRO NORUEGA BY BIKE, com seu nome, endereço de entrega e comprovante de depósito. Dados bancários: Aurélio Tanuri Magalhães CPF: 151.956.888.69 Banco Itaú Agência: 8482 Conta Corrente: 05369 4

A jornada ao redor do globo continua. DA CHINA PARA CASA BY BIKE, compartilhando a viagem enquanto ela acontece! Toda quinta-feira um novo episódio com dicas, curiosidades e o dia a dia de uma VOLTA AO MUNDO DE BICICLETA. Se inscreva no canal! Curta, compartilhe, comente! Seu envolvimento ajuda a me manter motivado! Para APOIAR o projeto e me dar aquela forcinha, conheça minha campanha de FINANCIAMENTO COLETIVO,: https://apoia.se/dachinaparacasabybike , as recompensas começam a partir de R$ 8 por mês.

Obrigado por me seguir!

Facebook: @aureliomagalhaesbybike

Instagram: @aureliotanurimagalhaes

Blog: http://www.atmagalhaes.wordpress.com

É MUITO PERRENGUE NUM LUGAR SÓ! CICLOTURISMO ÍNDIA – DA CHINA PARA CASA BY BIKE – VOLTA AO MUNDO

TEMPORADA ÍNDIA

EPISÓDIO #6

É MUITO PERRENGUE NUM LUGAR SÓ! CICLOTURISMO ÍNDIA – DA CHINA PARA CASA BY BIKE – VOLTA AO MUNDO

Neste episódio, assim como ao longo de toda Temporada, relato um pouco das dificuldades enfrentadas ao pedalar pelo estado de Uttar Pradesh, o mais místico, pobre e populoso da Índia. Neste estado, a sujeira e o lixo são realidades que chocam, e as diferenças culturais impactam como um soco na boca do estômago!

A viagem ao redor do globo continua! Para adquirir um exemplar do livro NORUEGA BY BIKE, mande um e-mail para: atmagalhaesbybike@gmail.com , com o título: LIVRO NORUEGA BY BIKE, com seu nome, endereço de entrega e comprovante de depósito. Dados bancários: Aurélio Tanuri Magalhães CPF: 151.956.888.69 Banco Itaú Agência: 8482 Conta Corrente: 05369 4

A jornada ao redor do globo continua. DA CHINA PARA CASA BY BIKE, compartilhando a viagem enquanto ela acontece! Toda quinta-feira um novo episódio com dicas, curiosidades e o dia a dia de uma VOLTA AO MUNDO DE BICICLETA.

Se inscreva no canal! Curta, compartilhe, comente! Seu envolvimento ajuda a me manter motivado! Para APOIAR o projeto e me dar aquela forcinha, conheça minha campanha de FINANCIAMENTO COLETIVO,: https://apoia.se/dachinaparacasabybike , as recompensas começam a partir de R$ 8 por mês.

Obrigado por me seguir!

Facebook: @aureliomagalhaesbybike

Instagram: @aureliotanurimagalhaes

Blog: http://www.atmagalhaes.wordpress.com